Dor durante a relação sexual é normal? Conheça as causas e sintomas

Dor durante a relação

A dor durante a relação sexual é uma coisa muito comum, principalmente entre as mulheres. No entanto, ser algo recorrente não significa que é natural, muito menos aceitável. Dessa forma, o primeiro passo é buscar ajudar médica e evitar achar que é normal.

Neste conteúdo, você vai conferir quais podem ser os possíveis motivos que podem desencadear dores na hora da transa e se informar sobre possíveis tratamentos e estratégias pra ter um sexo mais prazeroso.

O que é a dor durante o sexo?

A dispareunia é o nome pras dores que surgem durante o sexo, podendo incomodar também após a transa. Por isso, ela precisa ser relatada ao ginecologista de sua confiança, mesmo que seja a primeira vez que tenha se manifestado.

Elas aparecem durante a relação sexual e podem ser provocadas por problemas como falta de lubrificação, inflamações ou problemas ginecológicos e até mesmo por uma posição desconfortável pra sua parceria.

O que causa dor na hora do sexo?

As dores na hora do sexo podem ter uma ou mais causas, trazendo incômodos pra região da vagina, uretra, bexiga, pelve (baixo ventre), seja em todas as relações ou apenas em algumas.

Infográfico sobre o que pode causar dor

Condições emocionais

O sexo precisa ser um momento no qual os parceiros precisam ter segurança e confiança um no outro. Então, sentimentos de medo, vergonha, constrangimento e culpa são uma barreira ao relaxamento e à lubrificação natural.

O resultado disso é uma penetração que traz dor e pode ser até traumática pra parceria.

Por isso, é fundamental que no momento do transa as duas partes estejam muito à vontade pra se entregar totalmente, tendo construído laços de confiança prévios, o que é importante até mesmo no sexo casual.

Problemas e dificuldades no relacionamento

A relação não está saudável? Vocês não conseguem se entender? Ou você está vivendo um relacionamento tóxico? Cenários como esse também trazem efeitos negativos pra relação sexual, dificultando também a entrega entre os parceiros.

É claro, muita gente vê no sexo uma forma de reconciliação, o que pode ser um bom começo. Entretanto, não substitui uma boa conversa. Então, se vocês apenas se reconciliam na cama, é sinal de que algo não vai bem fora dela.

Uso de medicamentos

Alguns medicamentos têm como efeito colateral a redução do desejo por sexo, como antidepressivos, ansiolíticos e outros. A falta de tesão faz com que o corpo não esteja preparado pra penetração.

Assim, o relaxamento da musculatura da vagina e a lubrificação da região, fatores tão fundamentais pra que o sexo seja mais prazeroso, não acontecem. O resultado disso é dor e uma transa meia boca.

Problemas sexuais do parceiro

Na relação sexual todos as partes precisam estar com boa saúde emocional, psicológica e física pra que o flow aconteça. Então, problemas sexuais, como disfunção erétil, ejaculação precoce influenciam a resposta sexual de todos envolvidos.

Se esse é o caso, buscar tratamento e ajuda de profissionais é uma ótima forma de cuidar do relacionamento, com uma vida a dois mais prazerosa e voos cada vez mais altos.

Quais problemas de saúde ginecológica provocar dor na hora do sexo?

Infográfico sobre problemas ginecológicos que podem causar dor

As dores e incômodos na hora do sexo podem ser um sinal de que sua saúde ginecológica não vai bem. Confira alguns problemas que precisam de sua atenção e tratamento.

Alterações nos níveis hormonais

A redução dos níveis de estrogênio no sexo feminino é um dos motivos pra secura vaginal, que pode acontecer na menopausa ou na perimenopausa.

O quadro pode ser revertido com terapia hormonal, aplicação de cremes de estrogênio e hidratantes vaginais. Os lubrificantes também são uma escolha interessante pra melhorar o sexo. Confira nosso guia de como usar lubrificante, mas não deixe de visitar o médico.

Vaginite

A vaginite é uma inflamação no canal vaginal provocada por fungos ou bactérias, trazendo bastante dor na hora do sexo. Entre os sintomas mais comuns estão: corrimentos, coceira e sensação de queimação na vagina e na vulva.

Vaginismo

O Vaginismo é uma condição que faz com que os músculos da vagina realizem contrações involuntárias, dificultando ou até mesmo impedindo a penetração.

É um quadro bastante sério que traz muitas dores pra relação sexual, por isso, é importante que seja tratado.

Problemas decorrentes do parto

Procedimentos como episiotomia e danos ao períneo provocados durante o parto também podem mudar completamente a resposta sexual, trazendo dores e dificuldades pra atingir o orgasmo.

Dependendo do caso, o tratamento pode incluir tratamento medicamentoso, fisioterapia pélvica ou cirurgia.

Cirurgias

As cirurgias abdominais, pélvicas e perineais trazem incômodos como aderências e fibroses, durante o processo de cicatrização, já que os tecidos ficam mais rígidos, levando à sensação de dor.

Problemas de pele

As úlceras e lesões de pele na região da vulva, resultantes de doenças como dermatite provocada por herpes genital, precisam de cuidado e trazem prejuízos à vida sexual da parceira do sexo feminino.

Existem ainda outras causas que provocam dores na hora do sexo, entre elas, a doença inflamatória na região pélvica e a endometriose.

Existe tratamento pra dor durante a relação sexual?

Sim. O tratamento da dispareunia depende da causa do problema. Entretanto, os parceiros podem investir em lubrificantes íntimos e gastar mais tempo nas preliminares, o que pode melhorar a lubrificação na hora H.

Porém, é fundamental investigar a causa do problema. Assim, marcar uma consulta com seu ginecologista é primeiro passo.

Se as dores forem despertadas por problemas emocionais e psicológicos, buscar ajuda de um terapeuta ou psiquiatra é o mais indicado. Aproveite pra conversar com sua parceria a respeito e aprofundar o diálogo no relacionamento, o que pode fazer com que o sexo de vocês fique ainda melhor.

Não fique refém da naturalização da dor feminina na hora do sexo

Durante muito tempo, as mulheres foram vistas como objetos de poder masculino, tendo a obrigação de satisfazer os homens e ter suas preferências e formas de expressão sexual totalmente inibidas.

Assim, as mulheres aprenderam a aceitar o desconforto e ignorar dores e outros incômodos. Então, não é normal sentir dor na hora do sexo. Ele deve ser a fonte de prazer pros participantes.

Ou seja, transar é uma super fonte de prazer na relação a dois. Envolve intimidade, desejo, carinho e, muitas vezes, sentimentos profundos como o amor! Então, não vale a pena renunciar a tudo isso pra satisfazer os machos e você ficar na seca. Sem dúvida, esse é um dos elementos de alerta pra condutas machistas e relacionamentos abusivos.

Por isso, é fundamental que você fique atenta aos sinais e tome decisões com foco na sua felicidade e bem-estar. Espero que essas dicas sejam muito úteis pra que você tenha sempre o melhor que a vida pode oferecer. Aproveite pra compartilhar este texto com uma amiga ou familiar que esteja sentindo dores e ainda não sabe o que fazer.

Um comentário sobre “Dor durante a relação sexual é normal? Conheça as causas e sintomas

  1. Edson disse:

    hoje em dia pelo menos a grande maioria das pessoas tem de certa forma aberto a mente sobre esse assunto, a satissfacao sexual dos dois lados garante uma relacao saudavel..
    quem ama cuida . obrigado pelo conteudo de qualidade e esclarecedor.
    att

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.