homem feminista como ajudar o movimento dona coelha

Homem feminista? Saiba como ajudar o movimento sem roubar a cena

Um assunto essencial e que gera muita dúvida e polêmica ainda hoje é o feminismo. E hoje, eu vim aqui para responder, principalmente para os caras aí, uma pergunta indispensável para essa luta: homem feminista – real ou mito?

E tem mais: quais atitudes que nós, homens, podemos ter para
ajudar nessa luta por igualdade entre os gêneros?

Essas questões são indispensáveis para que a gente entenda qual é o nosso papel nesse movimento que tenta, há muito tempo, melhorar a sociedade. Então, sem mais delongas, hoje nós vamos entender juntos tudo isso. Vamos lá?!

Afinal, existe homem feminista?

print de conversas do whats existe homem feminista dona coelha

Essa pergunta que é quase um tabu dentro do movimento feminista, na verdade, não tem uma resposta definitiva. A verdade é que há quem diga que, sim, os homens podem ser feministas, e tem quem discorde disso completamente.

Por isso, eu levantei alguns dos argumentos apresentados por cada lado para que você entenda a complexidade da questão. Confira comigo:

  • Só existem os pró-feminismo

Uma boa parte do movimento defende que os homens não podem se denominar feministas, afinal, essa é uma luta das mulheres.

Elas afirmam que, por ter um início em vozes e ações femininas contra um sistema em que o homem é valorizado sobre a mulher, dizer que um cara é feminista praticamente vai contra o sentido dessa luta.

Além disso, outro argumento muito forte é em relação ao papel de fala. Um homem nunca saberá as consequências de não ser privilegiado pelo sistema, já que eles estão na posição de privilégio.

Assim, esse não seria o lugar de fala deles e, mesmo assim, eles podem ter mais reconhecimento e voz do que as mulheres – é muito mais impactante ver um homem falando sobre feminismo do que uma mulher.

Essas e outras ideias fazem muito sentido e dão base ao pensamento de que nós não podemos de fato ser feministas. Mas isso não quer dizer que não podemos ajudar o movimento. Quem defende isso, acredita também que os homens que simpatizam com o movimento são pró-feministas.

  • Homens podem ser feministas sim

Do outro lado da moeda, há quem defenda que homens feministas existem. Isso porque alegam que ser feminista é acreditar e defender a igualdade social, política e econômica entre os gêneros e pronto – sem delimitação de gênero.

Nesse sentido, se um homem tem essa crença, age em prol desse ideal e, consequentemente, tenta evitar e combater atitudes machistas, ele é, sim, feminista.

Outro argumento difundido é o de que ter homens feministas no movimento é um dos poucos jeitos de atingir os homens que não são feministas – afinal, eles seriam uma voz de autoridade para quem não dá voz às mulheres e poderia levar a luta até esses desinformados.

Essa seria uma forma de usar os privilégios vindos de ser homem, cisgênero, hétero sexual em prol do movimento que quer acabar com essas vantagens todas.

Viu só como essa questão é complexa? Por isso nossa ideia aqui é apresentar os argumentos – cabe a você decidir o que mais faz sentido. Mas o que importa mais é que suas atitudes diárias ajudem a alcançar uma sociedade mais justa e igualitária. Então que tal se perguntar:

Quais atitudes feministas você pode ter para mudar o mundo?

Considere-se feminista ou pró-feminista, o que deve se sobressair a isso é o seu desejo por um mundo em que gênero e todas as coisas envolvidas nisso não sejam definidores do valor de uma pessoa.

Então, como estamos no papel de privilegiados por esse sistema, é importante saber o que podemos ou não fazer para ajudar o movimento. Vamos lá!

  • Entenda seus privilégios

A verdade é esta: você é machista e privilegiado sim! Enquanto isso não estiver claro na sua cabeça, fica difícil ter atitudes feministas.

É preciso reconhecer que você pode voltar pra casa do rolê a qualquer hora bem tranquilo, enquanto sua amiga torce para que, se aparecer alguém mal intencionado, seja um ladrão, e não um estuprador.

Você tem que entender que você pode sair com o tanto de pessoas que quiser e que isso não vai interferir na sua reputação, enquanto a sua prima vai ser taxada de “vadia” e tudo o mais se fizer a mesma coisa.

Além disso, é preciso entender que ter privilégios significa que você está se dando bem às custas de alguém por um motivo não justificável.

Quando você entender esses pontos, meu amigo, fica bem mais fácil de saber o que é lutar em prol do feminismo sendo homem.

  • Deixa as minas falarem!

Entenda, a sua palavra é social e culturalmente mais importante do que a de uma mulher. Aquilo que você faz tem mais credibilidade por você ser homem e não porque você sabe mais – o que não acontece muitas vezes.

Então, quando o papo for feminista, saiba que você não tem o direito de dizer o que é uma atitude machista ou não; o que é agressivo ou não; o que é injusto ou não. Você nunca vai ter esse papel de fala enquanto homem cis hétero – tá tudo bem.

Se uma mulher está te contando sobre situações de desigualdade, ouça. Não tenta dar uma de sabichão e querer falar mais do que ela, tentando mostrar que sabe, quando não tá dançando conforme a música.

  • Repita: piada machista não tem graça.

Isso pode ser um pouco difícil de entender, afinal, fomos condicionados desde pequenos, a ver mulheres como inferiores. Mas, uma vez que você entende que isso não tem nada a ver com nada, é preciso combater tudo que tenta propagar essa ideia.

Quando aquele amigo fizer uma “piada” falando que mulher é burra, é vulgar, é fraca ou chamar o outro de “mulherzinha” para tentar ofender, lembre a ele que isso não é engraçado. Não force uma risada só para se enturmar com o grupo.

Como você tá por dentro do assunto, essa é a sua chance de ajudar o colega a desconstruir esses preconceitos – agarre-se a ela. Se, depois de muitas tentativas, você não conseguir, talvez valha mais a pena trocar a roda de amigos.

  • Mansplaining e manterrupting – o que não fazer!

o que é mansplaining manterrupting dona coelha

Sim, meu amigo, as mulheres sabem. E sabem muito. Muitas vezes, mais do que a gente. No caso do movimento feminista, sempre mais…

Elas estão cansadas de homens interrompendo e roubando seus momentos de fala – manterrupting. Não aguentam mais um espertinho que, além de interrompê-la, começa, sem vergonha nenhuma, a explicar para os outros tudo aquilo que ela já iria falar, se não tivesse sido interrompida – mansplaining.

Então nada de querer bancar o “sabichão” pra cima delas – você não vai estar sendo nada além de desnecessário.

  • Desconstrua-se, todo dia, toda hora, em todo lugar

Você pode pensar que vai chegar um momento em que você vai abandonar todos os seus pensamentos e atitudes machistas, mas tenho uma notícia: isso provavelmente não vai acontecer.

Isso porque, infelizmente, o machismo é uma “doença” enraizada na nossa sociedade – não é atoa que a luta feminista precisa existir ainda. Ainda rola uma dificuldade em entender a relação entre os termos? Confere o post que a Dona Coelha fez para te explicar o que é o feminismo.

Como você faz parte desse sistema – e na melhor parte dele – o processo de desconstrução dos valores, costumes, ideais que foram colocados em você é constante, e a cada dia você vai descobrir uma coisa que você pode melhorar para tornar o mundo um lugar melhor para elas, principalmente, e também para você.

Além de todas essas coisas, é importante você ter em mente que a luta feminista também é boa para os homens. O machismo que oprime e mata mulheres, também impõe padrões aos homens – e todos que fogem ao padrão, sofrem.

E lembre-se também que buscar uma sociedade justa, entender seus privilégios e a opressão do outro, conhecer o seu lugar de fala e respeitar a autoridade delas é o passo inicial para buscar atitudes feministas que condizem com um homem em uma sociedade patriarcal.

Agora que tivemos esse papo sincero, conta pra gente nos comentários: quais atitudes feministas você tem tomado no seu dia a dia? Vamos adorar saber mais sobre a sua ajuda nessa luta. Até o próximo post!

Receba nossos emails

CADASTRAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere, temos uma oferta especial para você!

GANHE 10% OFF

basta se inscrever na nossa newsletter
EU QUERO DESCONTO!

IMPORTANTE: Esta oferta é limitada e não irá se repetir!
Fechar ( X )
Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas de Black Friday.

Receba nossos emails

CADASTRAR
Descontos de Valentine's Day
Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas do Valentine's Day.