Timidez ao se masturbar

Como se masturbar sozinha, sem sentir vergonha? 

Estava fazendo algumas buscas na internet sobre essa história de prazer feminino e quando digitei a palavra-chave “prazer feminino”, livros e mais livros – em formato pdf – pipocaram na minha tela!

Super empolgada, abri o primeiro deles e “tchanãn”: me deparei com um guia para homens… (?)

Sim! Uma página inteira de resultados estava na minha frente, totalmente voltada para o público masculino, falando – diretamente – com o homem que é preocupado em proporcionar prazer para a mulher durante o sexo.

Eu adorei ficar sabendo que leituras assim são tão procuradas pelos homens. Mas, uma outra questão ficou no ar e, provavelmente, ela também surgiu para você: Porque raios esses livros não são voltados para o público feminino?

Me diz aí, não seriam as mulheres as mais interessadas em seu próprio prazer?

Sobre essas questões que vamos pensar aqui neste post. Venha compreender mais sobre a masturbação feminina!

Por que sentimos vergonha de nos masturbar?

Essa história de sentir prazer foi tirada das nossas mãos (literalmente, hehe) e passada para a de outros “responsáveis”, como pudemos ver no resultado da busca que fiz.

Desde que a cultura ocidental é parte da nossa construção identitária – ou seja, desde sempre – muitas instituições estão aí, nos dizendo de alguma forma que: o sexo feminino foi feito para reprodução e que sentir prazer “é feio”, “é pecado”.

Dentre alguns discursos – e a ausência deles – que colaboram para essa visão, podemos citar que: a masturbação feminina não é tema de escola, as casas noturnas sempre foram lugar para o prazer do homem e a depredação da mulher, nós somos categorizadas como: “para transar” e “para casar”, entre outros… Essa discussão vai longe!

Por enquanto, é importante saber que sentimos vergonha de nos masturbar porque fomos ensinadas que sexo é algo sujo e, mais, que não devemos conversar sobre esse tabu.

Reprimir o sexo é uma forma de poder e de domínio político-social. E, sem que possamos nos dar conta, passamos uma vida sem nos conhecer, sexualmente falando. Sem nos dar a chance dessa experiência libertadora e satisfatória que é entender a si e a cada região de prazer do nosso próprio corpo!

Por isso, posso afirmar que essa “vergonha” que você tem de se masturbar está totalmente ligada à culpa que carregamos em sentir prazer, seja pela educação religiosa, por ter tido contato com homens e mulheres machistas, entre outros controles.

E é dessa primeira amarra que precisamos nos libertar!

Conheça quatro passos para se livrar da culpa e se masturbar em paz!

Sentir vergonha, culpa, achar que “não gosta” – mesmo sem ter tentado, ter medo de ser “pega” pelo marido – como se estivesse fazendo algo de errado, são sentimentos dos quais podemos nos libertar. Entenda como:

  1. Buscar leituras especializadas sobre a sociedade: entender como, no passado, se constrói as raízes da sua identidade é um ponto interessante para entender o agora e compreender o porquê dos seus sentimentos.
  2. Conversar com um profissional que ofereça lugar de escuta e acolhimento: talvez entender a sociedade não seja o bastante. Talvez essa busca precise ser individual. Para tanto, psicólogos, sexólogos estão por aí.
  3. Compreender que o homem e a mulher sentem tesão de formas diferentes – essa questão é um tanto biológica. Esse estudo é importante, porque, como sabemos, a maneira de sentir prazer do homem é muito considerada em detrimento da nossa forma. Na área da saúde, você pode encontrar livros, teses, dissertações e artigos de estudos muito sérios em relação ao assunto.
  4. Atenção! Passo importante: está tudo bem se dedicar ao próprio prazer. A mulher está autorizada a ter sexo, mesmo sem amor, ok? O importante é começar, se masturbe com muita frequência, se conheça! A paz virá aos poucos.

Sobre esse último passo é que vamos falar mais um pouquinho, pense com você: Você sabe se masturbar?

Como se masturbar sozinha?

Nós, mulheres independentes, que estamos lutando para conquistar nossos discursos, nossas discussões e nossa liberdade de sentir prazer, não podemos nos sentir culpadas por estar buscando emancipação!
Por isso, chegamos a um ponto em que precisamos dizer: não há regras de “como se masturbar sozinha”!

Como assim? É! A verdade é que essa relação é muito íntima e individual. O que podemos fazer é: dar dicas, ideias e conselhos que, com certeza, irão ajudar!

Se conhecer o suficiente para poder proporcionar prazer para si, estando sozinha, e para saber conduzir o parceiro ou a parceira nos momentos de troca, é um caminho solitário!

Dessa forma, para se masturbar sozinha, é preciso saber que:

A mulher precisa de estímulo!

Até que a mulher fique no mood sexual, os estímulos precisam vir de todos os lados.

Afinal, as zonas erógenas femininas não estão reduzidas a vagina, elas abrangem outros órgãos genitais. Coloque uma música, um filme, veja fotos, retorne às lembranças sexuais que você gosta. Para começar, pratique a automassagem, se alongue, fique confortável em um lugar seguro.

A mulher precisa de tempo!

Para que “fiquemos prontas” é preciso um tempo especial.
Assim que o seu corpo entende o processo de excitação, muitas mudanças começam a acontecer: o clitóris fica mais sensível, as paredes vaginais começam a lubrificar a vagina, os mamilos ficam eretos, com as aréolas dilatas, e os grandes lábios se afastam do orifício vaginal, enquanto os pequenos lábios incham, aumentando de tamanho.

É assim que nós ficamos quando estamos prontas para o sexo: com a vagina mais larga e profunda.

Respeite esse tempo, não tenha pressa.

Sem preliminares, o clitóris pode sofrer com o estímulo

Não adianta “chegar chegando”. Até mesmo sozinha, é bom saber que estimular o clitóris abruptamente pode inibir a sua excitação.

Por isso, esse é um bom momento para contar com uma ajuda especial, a de um toy, como um vibrador.

Antes de tocar diretamente o clitóris, com as mãos ou com o vibrador, acaricie as zonas periclitorianas e também outras partes do corpo, como a nuca, os ombros, os seios, as nádegas, o ânus, a face interna das coxas e qualquer outra região que você considerar como zona erógena (aquela que dá um arrepio, sabe?).

Uma opção de vibrador muito legal para iniciantes é o que apresenta controle da intensidade.

O vibrador Master Godzilla, por exemplo, se conecta a um aplicativo e você pode controlar o ritmo da vibração pelo celular, com oito opções de variações: que tal começar com uma frequência suave e ir aumentando conforme o desejo?

Fiquei com vergonha e perdi o foco, e agora?

Comece de novo! Quando o ciclo orgástico feminino é interrompido, ele precisa ser retornado do início. Já percebeu que depois do sexo vamos perdendo o ritmo acelerado aos poucos?

Essa capacidade feminina de, lentamente, chegar a estágios diferentes também funciona para a excitação. A mulher é multiorgástica e pode gozar várias vezes. Basta ter paciência e começar mais uma vez.

Para além do clitóris!

Depois de excitada, o nosso ponto G fica mais inchado e mais fácil de ser encontrado. Por isso deixamos essa dica para depois do momento em que estamos quentes, com o batimento cardíaco mais alto: brinque com um dos clássicos “vibrador ponto G”.

De forma geral, esses toys têm um formato curvo na ponta. Esse formato é perfeito para estimular o clitóris e ser introduzido atingindo a localização interna da vagina que nos proporciona o máximo prazer!

Você quer continuar nesse papo gostoso? Então continue sua leitura sobre masturbação e, vá além, conheça as dicas que temos para dar sobre masturbação anal, aqui no nosso blog.

Lembre-se de que a sua autossuficiência também está relacionada com o prazer sexual!

Receba nossos emails

CADASTRAR

3 comentários sobre “Como se masturbar sozinha, sem sentir vergonha? 

  1. Natália disse:

    Sou totalmente travada e tenho feito acompanhamento com psicólogo para desenrolar esse e outros assuntos na minha mente. Parabéns, adorei a leitura.. me interessei e vou procurar mais
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere, temos uma oferta especial para você!

GANHE 10% OFF

basta se inscrever na nossa newsletter
EU QUERO DESCONTO!

IMPORTANTE: Esta oferta é limitada e não irá se repetir!
Fechar ( X )

Nós  SUPERELA

Você que conheceu nosso site pelo Superela tem _DESCONTO  na sua primeira compra.
CADASTRAR
Oferta válida apenas para compras acima de R$ 100
close-link
Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas de Black Friday.

Receba nossos emails

CADASTRAR
Descontos de Valentine's Day
Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas do Valentine's Day.