As descobertas do Tantra, a Massagem e a minha Conexão

Quadro com uma mulher nua sorrindo do artista Colombiano Rafael Espitia

Quem já parou para pensar em como melhorar a vida sexual junto ao parceiro ou até mesmo em como inovar naquele momento tão agradável sabe o quanto é difícil decidir o que fazer na hora H e como tornar tudo melhor. Para essas pessoas há uma dica muito bacana é conhecer mais sobre o universo Tantra.

Após um convite da Cia do Ser fui conhecer na prática  sobre a técnica e o universo do tantra, entender mais sobre o assunto e mergulhar de cabeça no reencontro com o meu corpo.

O tantra tem como proposta a conexão da mente, corpo, meditação e respiração para que haja um reencontro junto ao seu prazer e corpo, é um momento seu com você mesma, de pensar em toda sua vida, em tudo aquilo que te faz bem ou mal, nos acúmulos ao longo dos anos que passaram e nas marcas que deixaram em sua pele.

Para compartilhar um pouquinho dessa experiência tão marcante, vou contar como foi tudo, contando todos os detalhes desde o início, durante e a sensação após a massagem.

Tantra ligação e cumplicidade do Casal

Tantra: Como é uma massagem Tântrica Ayurvédica

O primeiro contato

Tudo começa com um bate papo junto à massagista, que na verdade atua como  uma terapeuta, para que haja um conhecimento do perfil emocional e a definição da massagem que será realizada. O papo acontece de jeito bem natural, me senti a vontade durante todo a conversa que foi surpreendentemente reveladora e íntima. Nessa conversa inicial tudo o que você pensa é colocado para fora. É uma conversa longa, mas muito agradável, onde é possível ter a sensação que você conhece aquela pessoa a sua frente a anos, como se fossem velhas amigas. Nesse papo ela faz abordagens sobre sua vida pessoal, incluindo relacionamentos entre familiares, amigos, colegas de trabalho e principalmente sobre seu relacionamento sexual com parceiros de de forma individual, ou seja, se você tem contato com seu próprio corpo e como é isso. Tudo de uma forma bastante leve e sem a menor pressão, o retorno disso na massagem é surpreendente.

Ao final da conversa você pode tirar toda e qualquer tipo de dúvidas abertamente, inclusive dizer se permite o contato da massagista com suas partes íntimas, ou se possui alguma restrição

Esse foi um dos pontos que mais me chamaram a atenção porque ao contrário do que é conhecimento popular a massagem tântrica não se resume ao sexo.

A massagem tântrica

A massagem é feita em uma espécie de cama no chão, em um local tranquilo e relaxante, onde o único som possível de ouvir é o da sua respiração. Ela é feita com o corpo nú ou de lingerie (tudo depende de como você quer ou se sentir mais à vontade e com óleos que possibilitam o melhor contato entre a pele e as mãos da terapeuta. Logo no início da massagem a orientação é que a respiração seja sempre pela boca e que toda e qualquer sensação seja liberada sem o menor problema, seja um gemido de prazer, dor, cócegas, etc. O contato é feito de várias formas, são toques intensos, fortes, leves, sutis, arrepiantes, doloridos e muito prazerosos. Cada um deles desperta uma lembrança e um sentimento diferente.

A massagem é o coração do tantra, onde a mente e o corpo de conectam e tudo aquilo passa a ter um significado para sua pele. Cada toque entre a massagista e você significam um ponto de descoberta, um prazer, uma dor, uma alegria, um sentimento escondido por tanto tempo que muitas vezes nem é possível lembrar o que são aquelas marcas.

Tantra: Massagem tântrica

Finalização da massagem tântrica

A massagem acaba depois de um longo processo de reconhecimento corporal e mental, e a descoberta disso é quando a terapeuta fica bem perto do seu corpo sem fazer nenhum gesto indicando a finalização da massagem e deixando aberto o tempo necessário para o primeiro contato verbal.

A pergunta feita por ela é: como se se sente? Eu me senti muito tonta, via tudo rodando à minha volta, mas a sensação de leveza, bem estar, tranquilidade e conexão com meu corpo era impressionante, aquela sensação tomou conta de mim.

Pós-massagem: As descobertas depois da massagem tântrica

A sensação depois dessa massagem e desse processo de auto reconhecimento é entender o quanto estar bem consigo mesma representa oferecer muito mais prazer e conexão junto ao parceiro, pois é possível saber mais ainda o que realmente satisfaz a mim mesma antes de ser satisfeita por outra pessoa. Precisamos ser plenamente felizes com nós mesmos antes de fazer alguém feliz.

Descobri que o tantra não é apenas uma massagem sexual, mas sim a descoberta do eu, do espaço, do prazer sexual, do verdadeiro significado do amor, a junção da sua felicidade interior para ser compartilhada com o parceiro.

O tantra mostra o verdadeiro significado da leveza corporal, da paz interior e da importância do auto conhecimento do prazer. É revelador, hipnotizante e impossível de largar o tantra depois do primeiro contato.

Receba nossos emails!

ENVIAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Espere, temos uma oferta especial para você!

GANHE 10% OFF

basta se inscrever na nossa newsletter
EU QUERO DESCONTO!

IMPORTANTE: Esta oferta é limitada e não irá se repetir!
Fechar ( X )

Receba nossos emails!

ENVIAR

Nós  SUPERELA

Você que conheceu nosso site pelo Superela tem _DESCONTO  na sua primeira compra.
CADASTRAR
Oferta válida apenas para compras acima de R$ 100
close-link
RECEBA NOSSOS EMAILS INCRÍVEIS
⇩ Clique Aqui