Primeira Vez: dicas e desmistificações do primeiro sexo!

Foto de pés de casal na cama debaixo do edredom branco e um fundo azul falando sobre a primeira vez

Sem dúvidas, a primeira vez é um dos momentos mais esperados da vida, não é mesmo? Mas, assim como todas as novas experiências, a iniciação sexual pode parecer ser algo assustador. Afinal, experiências desconhecidas nos tiram da zona de conforto e podem causar medo. Mas não precisa ser assim! Estamos aqui justamente para te dar dicas de como transar pela primeira vez.

Até porque, as expectativas envolvem muitas dúvidas que vão além do desejo em si. Será que dói? Sangra? O que eu preciso fazer? São muitos questionamentos e isso é completamente normal nesse momento de descobertas. Por isso, a melhor forma é relaxar, buscar informações confiáveis e conversar com pessoas de sua confiança, que já passaram por isso.

Ah, e pra deixar bem claro, esse post é focado em auxiliar pessoas com vulva, mas mesmo assim, outras pessoas podem usar essas dicas para entender melhor suas parcerias, combinado?

Se você deseja se preparar para esse momento especial que tanto espera, acompanhe a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre transar pela primeira vez com a Dona Coelha. Vamos lá!

Como se preparar para a primeira vez? 10 dicas!

Antes de qualquer coisa, é importante entender que perder a virgindade vai muito além de romper o hímen. A primeira vez tem mais a ver como um ritual de passagem para uma vida sexual ativa – de prazer e autorrealização.

Por isso, a informação e preparação emocional são fundamentais para uma boa iniciação sexual.

Então, quanto mais informações, amparo sobre o assunto e trocas de experiências você buscar, mais à vontade você vai se sentir na hora do sexo. E por fim, é importante se sentir confortável com a sua parceria, certo? Tenha uma conversa sincera e deixe claro a importância daquele momento para você!

1. Primeiramente, relaxe!

Por mais que o assunto em si não seja dos mais simples – afinal, perder a virgindade não é algo banal – é realmente importante destacar que o primeiro passo por aqui é manter-se relaxada para que tudo dê certo.

Como diz um velho ditado, “Relaxa, se não, não encaixa” e isso é verdade! Tratar o assunto com naturalidade é uma boa saída também. Respire fundo e tente não pensar demais em cada mínimo detalhe, esteja no momento e tente aproveitar o máximo possível.

Por exemplo, ao invés de ficar se perguntando “o que eu faço agora?”, “onde coloco minha mão” e por aí vai, tente manter sua mente no que cada toque te provoca, nas sensações e nas vontades que te aparecem no momento.

Então, em resumo, esqueça a tensão e curta! Permita-se sentir cada beijo e cada toque. Simplesmente siga os seus instintos e se entregue ao prazer e ao tesão do momento. Arrisque e não passe vontade! Se necessário, peça para o parceiro ir mais devagar e pronto.

2. Tenha certeza da sua decisão

Muitos adultos se sentem pressionados a perder logo a virgindade, mas não existe idade certa ou errada para isso, desde que ambos saibam o que estão fazendo. E, além disso, a única pessoa que pode dizer que você está pronta ou não é você.

Foto de natali gutierrez sorrindo com frase sobre primeira vez ao lado

Se você quer e está segura disso, é hora de ir em frente para viver essa incrível experiência que deve estar pautada na sua vontade e decisão. Mas, se você acha que ainda não é o momento, tudo bem esperar!

3. Converse com alguém antes

Uma dica realmente importante antes da primeira vez é bater um papo franco com alguém de confiança sobre o assunto. Pode ser sua mãe, aquela tia descolada ou uma amiga que já tenha vida sexual ativa.

Tirar suas dúvidas sobre sexo pela primeira vez e compartilhar preocupações para as pessoas do seu círculo de confiança não tem nada de errado, muito pelo contrário, pode te ajudar muito!

Isso porque é conversando que você consegue expor suas preocupações e receber conselhos, dicas, ideias e por aí vai. Desmistificar a primeira vez pode te ajudar a se acalmar na hora, e a melhor forma de fazer isso é conversando.

4. Agende uma consulta médica

Às vésperas de ter uma vida sexual ativa, vale a pena agendar uma consulta médica para tirar dúvidas, tanto sobre o sexo quanto sobre o funcionamento do seu corpo. Será que é hora de começar a tomar algum contraceptivo, por exemplo?

Mesmo que seja difícil, às vezes, conversar sobre isso, o ginecologista vai conseguir te orientar da melhor forma. Pense assim, algumas coisas sobre seu próprio corpo só são descobertas em consultas e saber sobre elas é muito importante para dizer o que é legal e o que não é durante o sexo.

Além disso, é essencial pra evitar surpresas desagradáveis, sabe? A saúde sexual é fundamental para prevenção de doenças e também para evitar uma gravidez indesejada – se você tiver útero –, então, realize todos os exames e exija esse cuidado da sua parceria também.

5. Em primeiro lugar, se conheça!

Você conhece bem o seu corpo? Infelizmente, muitas mulheres não têm o costume de se tocar e de explorar cada parte do corpo. Mas, procurar se conhecer é o princípio básico para uma boa transa. Por isso, precisamos falar dos benefícios da masturbação! Conhecer o seu erotismo e tirar prazer do seu próprio corpo pode te deixar mais tranquila e amadurecida para a primeira vez.

A partir desse conhecimento, você pode expressar suas vontades e dizer abertamente para sua parceria onde você reage ao toque, o que te agrada ou não, e isso garante um sexo prazeroso para todos os envolvidos.

6. Use camisinha!

Se você está se preparando para iniciar sua vida sexual, não pule este tópico! Por mais que você esteja tomando algum método contraceptivo como o anticoncepcional, vale lembrar que a camisinha é o único método eficaz para um sexo seguro, certo? Não tem essa de não querer usar preservativo!

O uso de camisinha é indispensável para evitar Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Alguns preservativos têm sabor, textura, entre outros diferenciais para apimentar o sexo! O importante é não abrir mão dessa peça fundamental em uma relação sexual.

Infográfico sobre como colocar camisinha peniana e vaginal

7. Não deveria, mas pode doer

A primeira vez dói? Depende. Essa é um dúvida muito comum e um dos principais medos na hora do sexo. De forma geral, isso pode acontecer se for penetração, mas não é normal! Se dói, é porque algo está errado.

Geralmente, essa dor pode aparecer por conta do nervosismo, que deixa nosso corpo tensionado. A falta de lubrificação também pode causar atrito, então explore algum lubrificante para garantir maior conforto.

Lembre-se, sempre respeite o seu tempo e não deixe o nervosismo e a ansiedade atrapalhar o momento. E que fique claro: a primeira vez não precisa doer!

8. Fique de olho: pode sangrar

Normalmente, quando falamos de sexo com penetração, o rompimento do hímen pode causar sangramento e isso acaba se tornando algo assustador na primeira vez. Mas calma, em primeiro lugar, não é perigoso ter esse sangramento. Se ele acontecer, não precisa se assustar ou se preocupar.

E se não sangrar, também não tem problema! O hímen pode ter diferentes formatos e pode, inclusive, ser rompido por outros fatores antes do primeiro sexo. Dois exemplos seriam quem te o habito de segurar xixi e, também, quem pratica ou já praticou hipismo – esses dois podem acabar rompendo o hímen. Então lembre-se, não é perigoso e não é regra!

Algumas pessoas com vulva podem não apresentar nenhum sangramento após a penetração. Por outro lado, tem aquelas que sangram um pouquinho e nem sempre é na primeira vez. Então, se acontecer um pequeno sangramento, não se assuste.

9. Use produtos eróticos para melhorar a experiência

Para melhorar a experiência do primeiro sexo, vale destacar alguns produtos eróticos quem facilitam a penetração, ou outros itens que deixam o sexo muito mais gostoso. Por exemplo, sabendo que o nervosismo pode atrapalhar a lubrificação natural, é bacana procurar lubrificantes e géis funcionais, já que garantem uma experiência de transar sem desconforto!

Converse com a sua parceria e veja quais deles podem deixar esse momento de intimidade ainda mais inesquecível. Além disso, dê preferencia aos lubrificante à base d’água, ok? Eles são ideias para o uso com camisinha e toys, sem estragar o produto!

10. Comece com as preliminares!

Por fim, não esqueça de colocar em prática as preliminares, afinal, esse é o segredo para apimentar o momento e deixar o sexo prazeroso para você e sua parceria. Pense da seguinte forma: se o jeito para se acalmar é se manter no momento, como podemos deixar nossa mente concentrada em algo que relaxe? Com as preliminares.

Com elas, você consegue explorar melhor os seus sentidos, aproveitar os toques e curtir antes mesmo da penetração começar. Dessa forma, quando for a hora H, os dois vão estar mais no momento e bem mais confortáveis.

E o melhor é que, caso você não esteja pronta para vivenciar essa experiência pela primeira vez, é possível perceber durante as preliminares. Se isso acontecer, não tenha vergonha de expressar seus sentimentos para sua parceria.

É mais saudável você se sentir completamente à vontade para que esse momento importante não se transforme em traumas. E não se sinta culpada ou com vergonha caso isso venha acontecer, desistir do desconhecido é algo super normal!

Se depois que começou, você percebeu que não ainda não é hora, peça para parar! Não tem nada de errado e ninguém é obrigado a transar, mesmo tendo aceitado de primeira, viu?

E aí, está com friozinho na barriga? Esperemos que as nossas dicas tenham te ajudado a se sentir mais confiante e preparada para sua primeira transa!

Aproveite e confira o nosso conteúdo sobre as fases do sexo. Lá você vai desvendar outros mistérios relacionados ao sexo. Ficou curiosa? Então vem saber mais com a Dona Coelha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.