BDSM: o que é, como aderir com segurança + 6 dicas!

Bdsm1capa bdsm: o que é, como aderir com segurança + 6 dicas!

Seja pela repercussão que essa prática vem tendo na internet, ou pelo famoso filme dos 50 tons de cinza, você provavelmente já ouviu falar sobre BDSM, certo?

E é normal ficar com dúvida depois de ver e ouvir um monte de coisa por aí. Por isso, eu preparei esse conteúdo completo pra te explicar tudo o que você precisa saber sobre a prática. Bora começar?

O que é BDSM?

BDSM é um acrônimo que mistura as iniciais de vários fetiches: Bondage, Disciplina, Dominação, Sadismo, Submissão e Masoquismo. É muito comum encontrar pessoas falando sobre algemas, cinquenta tons, sadomasoquismo e usar essa sigla pra se referir ao assunto.

Pode parecer um pouco estranho de início, mas garantimos que a prática pode proporcionar muito prazer ao casal e ainda dar aquela apimentada na relação.

Pelos nomes, pensamos automaticamente em tortura e dor, mas não é bem assim: essa práticas pode ou não envolver dor, tortura psicológica e outros meios pra gerar prazer — tudo depende de cada pessoa.

No entanto, como pode envolver tortura e dor, vale ter um acordo pra ser saudável: existe uma relação entre o poder e o prazer, mas sempre consensual entre seus praticantes. Se for assim, vale tudo pelo prazer!

É muito importante reforçar a questão de ser uma prática consensual. Pra garantir que a transa está boa pra os dois, uma conversa antes é indispensável!

Então, antes de iniciar qualquer experiência em BDSM, converse com sua parceria pra esclarecer desejos e limites pra os dois. Assim, é delimitado o que é ou não permitido durante o sexo.

Como aderir à prática de BDSM? 6 dicas pra ajudar!

O primeiro passo pra aderir o BDSM na sua relação é conversando com sua parceria. Por mais gostoso e prazeroso que seja, nem todo mundo vai se sentir confortável com tudo o que engloba a prática.

Por isso, quando quiser aderir, converse bem e entenda o que poderia entrar no ato e o que não pode. Criar essa espécie de ‘contrato’ é essencial pra que tudo seja previamente consentido e aprovado por ambos. Abaixo trouxe 6 dicas de BDSM pra te ajudar a se preparar pra isso:

1. Conheça mais sobre a prática!

Nada de ficar se baseando em pornô ou no filme que popularizou a prática, beleza? Por mais que pareça mais fácil conhecer e entender por meio deles, a realidade da prática é completamente diferente.

Busque conteúdos por sexólogas ou por pessoas confiáveis, pra esse fetiche ser explorado com segurança e sem estereótipos tóxicos pra sua parceria.

Bdsm2 bdsm: o que é, como aderir com segurança + 6 dicas!

2. Uso de acessórios adequados

É muito difícil falar dessa prática sem falar dos produtos de BDSM, afinal, a primeira coisa que vem em mente, normalmente, é uma algema, chicote e venda, não é?

Pois é, os acessórios são, sim, essenciais, mas também precisam ser usados e escolhidos da maneira certa. Não adianta nada comprar um chicote feito pra outros usos e acabar machucando a outra pessoa.

Por isso, sempre busque produtos de qualidade e voltados especialmente pra essa prática. Lembre-se também de entender em que nível você está.

Existem diversos tipos de chicote BDSM, por exemplo, que cada um é melhor pra um tipo diferente de nível de experiência.

3. Confiança entre a parceria

Esse é um dos pontos-chave de uma prática prazerosa: a confiança. Pense que pra pessoa dominada aceitar obedecer e, possivelmente, receber alguns tipos de tortura, ela precisa confiar muito em você.

Então, se você sentiu que ainda não existe esse laço de confiança bem estabelecido, é melhor esperar um pouco pra aderir à prática e desenvolver esse sentimento entre as duas partes.

4. Palavra de segurança

Se não estiver curtindo o momento, não só pode como deve interromper o ato! Como a prática envolve dor e tortura, pode não adiantar simplesmente pedir pra parar, pois o ‘pare!’ só alimenta o calor do momento. Pra solucionar esse problema, existe a safe word.

Em todas as sessões de BDSM existe uma palavra-chave que serve pra interromper o ato, caso não queira mais continuar.

Essa palavra-chave, conhecida como safe word (que significa “palavra de segurança”, em inglês), é importante, pois garante que todos os envolvidos aproveitem a prática da relação com segurança e tranquilidade.

E não é nada complexo, pelo contrário! Ela deve ser uma palavra-chave simples e totalmente fora de contexto, como tijolo, medalha, Itália, etc.

Então, se por acaso, a prática não estiver legal, use logo a safe word pra parar imediatamente, ok? Lembre-se de que o sexo só é bom se for consensual! Ah, e se na hora você não estiver gostando e esquecer a palavra de segurança, você pode dizer “esqueci a safe word e não estou gostando”.

Todos os praticantes, em geral, seguem as práticas SSC, que significa: São, Seguro e Consensual. Nessa prática, o sexo não necessariamente acontece com a penetração.

Em muitos casos, apenas a prática dos fetiches já é o suficiente pra satisfazer o desejo dos seus praticantes e mesmo levar ao orgasmo.

5. Fique de olho na reação da parceria!

Algumas pessoas são um pouco altruístas demais, não é? Às vezes, em situações onde uma pessoa está curtindo muito o momento, a outra pode deixar passar coisas que não a deixam confortáveis, pelo simples desejo de não ‘quebrar’ o clima.

Mas isso pode ser bem ruim pra um relacionamento e também pra outra pessoa, já que o prazer é o ponto-chave do sexo. Por isso, fique sempre de olho nas reações de sua parceria e garanta que ela está, realmente, curtindo o momento com você.

6. Faça a troca de papéis

Essa prática muitas vezes vem na intenção de tirar um relacionamento da rotina, não é? E pra que colocar essa prática em uma caixinha, cheia de rotinas?!

Dentro dessa prática, existem vários cenários pra cada papel que podem ser explorados, e fazer a troca entre as pessoas do relacionamento é uma ótima forma de inovar e, também, de fortalecer o relacionamento.

Tem como sufocar sua parceria com segurança?

Sim, é possível realizar. Mas você precisa saber o que tá fazendo. Por exemplo, quando se é iniciante, é essencial sempre pegar da metade do pescoço pra cima, quase perto da mandíbula.

Ali, não aperte os lados do pescoço, porque isso machuca. Aperte na frente, com o apoio da lateral da mão, entre o caminho do dedo polegar ao indicador, e puxe um pouco pra cima.

E atenção, é bom sempre ter um gesto simples de segurança, como os tapinhas na mão ou algo que a pessoa consiga fazer na hora.

Mesmo com isso, quem estiver enforcando precisa ficar de olho nas reações da parceira: ficou meio roxo, parece meio mole ou parece meio grogue, pare na hora! Você nunca deve desmaiar a pessoa no sexo, porque isso pode ser muito perigoso!

Além disso, tem também as cordas e coleiras. Não faça nós ou coisas difíceis de desfazer, use acessórios que vão afrouxar no momento que você aliviar a sua mão. Mesmo assim, é bom ter uma tesoura por perto, caso algo dê errado e você precise desfazer a amarração com pressa.

Tem como um casal que se ama realizar a prática?

Claro que sim. Bem, nem toda parceria que faz sexo BDSM é um casal que se ama, então não é uma condição pra que ele aconteça, mas existem muitos casais apaixonados, que se amam, que podem fazer essa prática e nada muda nesse sentimento.

Especialmente pela prática ser repleta de cuidados e atenção pro prazer mútuo.

Bdsm3 bdsm: o que é, como aderir com segurança + 6 dicas!

Eu posso dizer não ao dominador?

Pode! Primeiro, sim, a ‘safe word’ já é uma forma de dizer não. Mas se algo durante a prática não te agradar ou sua parceria pedir algo que você não quer fazer, simplesmente diga não e complemente com a palavra de segurança. É importante complementar, porque em alguns cenários dizer ‘não’ pode ser uma forma de provocação e não necessariamente uma negativa.

E então, tirou suas dúvidas sobre o que é BDSM? Caso tenha ficado alguma coisa ainda, deixa aqui nos comentários que vou te responder! Ah, e fique de olho nas atualizações semanais de nosso blog pra mais conteúdos eróticos e de saúde sexual!

Dourado
R$ 72,90 ou até 7x de R$ 10,41
-21%
R$ 197,90 ou até 12x de R$ 16,49

Acessórios

Harness 3Some

R$ 164,90 ou até 12x de R$ 13,74

Acessórios

Harness Gladiador

R$ 114,90 ou até 11x de R$ 10,45
Preto
(1) R$ 124,90 ou até 12x de R$ 10,41

10 comentários sobre “BDSM: o que é, como aderir com segurança + 6 dicas!

  1. Juliana disse:

    Adorei o dona coelha ,vc poderia falar mais sobre BDSM entre mulheres? Sou lésbica e te confesso q existe um tabu sobre esse assunto no meio .

    • Lara da Dona Coelha disse:

      Oi, Ju! Tudo bem? Ficamos muito felizes que você tenha gostado e adoramos a sugestão de tema, muito obrigada <3! Vamos conferir internamente a melhor forma de abordar esse assunto e, se não sair por aqui, pode sair lá nas redes sociais, então, deixo aqui o nosso instagram!

    • Lara da Dona Coelha disse:

      Oi, Alisson! Ficamos felizes com o feedback! Continue acompanhando, temos conteúdos novos todos os dias!

  2. Rafaeel disse:

    O mundo esta apodrecendo literalmente. A conta vai chegar , cedo ou tarde. Talvez ja esteja chegando nas mãos do Putin. Somente assim , para limpar o planeta de suas doenças. Pena acontecer isso , mas o planeta precisa e VAI EVOLUIR>

  3. Ayanne Aly disse:

    Conheço pouco esse universo, porém ultimamente estou lembra alguns contos que falam sobre isso e adorei, quero saber mais sobre o assunto e claro praticar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.