Não sinto mais vontade de ter relação com meu marido e agora?

Casal sentado na cama brigados porque não transam mais

Anos de casamento, muitas brigas e reconciliações, muitas mudanças nas metas, vontades e sonhos e você se pega pensando: “não sinto mais vontade de ter relação com meu marido”. Essa ideia pode ser incômoda e, por vezes, assustadora, afinal, o que fazer em um relacionamento em que o desejo já foi embora? Tem como “consertar” isso? E se a melhor opção for viver uma nova experiência? Será que ele sente o mesmo?

As questões que ficam na cabeça são diversas e a verdade é que cada caso é único – assim como praticamente tudo que envolve um relacionamento. Apesar disso, é possível entender alguns fatores mais comuns que causam essa falta de desejo e possíveis soluções. Eu vou te explicar tudo isso neste conteúdo pra te ajudar a olhar com mais carinho e cuidado pra você e o seu relacionamento. Vamos lá?!

Por que perdemos o desejo pelo marido?

Antes de falarmos das causas especificamente, acho importante destacar que essa é uma pergunta muito comum entre mulheres cis que estão em relacionamentos heterossexuais – quando se trata de prazer, elas têm menos orgasmos do que mulheres em relações com outras mulheres de acordo com uma pesquisa da universidade indiana Chapman e Claremont (entendendo, neste caso especificamente, mulheres cis).

Dito isso, também é necessário destacar que a falta de desejo pode afetar todas as pessoas independentemente de gênero e orientação sexual, estando ou não um relacionamento – aqui no blog tem um conteúdo completo sobre libido, vale a pena conferir. Agora que estamos na mesma página, vou te explicar as principais causas que fazer mulheres cis perderem o desejo pelo marido:

Alterações hormonais

As mudanças hormonais podem ter um impacto na libido em diferentes momentos da vida e, quando não fazemos nossos exames de rotina, pode ser difícil identificar essa alteração e entender que ela pode estar impactando no seu desejo pela sua parceria. Pra saber se é isso que vem afetando o seu apetite sexual, você pode ir ao ginecologista pra conversar e solicitar exames hormonais.

Caso descubram que é essa a causa mesmo, o médico poderá te orientar sobre como regular os hormônios e a tendência é que seu desejo volte ao normal (lembre-se que não existe uma libido correta, o normal muda de uma pessoa pra outra).

Hábitos não saudáveis

Outras coisas que afetam nosso corpo e diminuem o desejo pelo marido são alguns hábitos que impactam na regulação dos hormônios, o tópico anterior. Achei importante destacá-los pra deixar claro que as mudanças no funcionamento do nosso organismo não surgem do nada e, por vezes, são causadas por fatores externos.

Neste caso, me refiro a práticas como fumar e ingerir muita bebida alcóolica, as quais acabam desregulando o organismo como um todo, além de poderem desenvolver doenças graves. A falta da prática de exercícios e uma alimentação balanceada também podem contribuir pra essa situação.

Menopausa

A menopausa é outro fator natural que afeta os hormônios e, consequentemente, o desejo pelo parceiro. Se você percebeu outros sinais dessa fase, como menstruação irregular, picos de calor, mudanças repentinas de humor e, claro, a falta de vontade de ter relação com o marido, vale a pena consultar sua ginecologista pra entender se está passando pela menopausa e como lidar com esses sintomas, pra não se cobrar ou se culpar por essa fase natural da sua vida.

Sexo sem prazer

Para além das causas fisiológicas, a falta de desejo pelo marido também pode estar ligada à relação sexual em si – e isso é bastante comum na verdade. Se o sexo não é bom pros dois, se ele tem orgasmos incríveis enquanto você não chega lá, se você se sente usada, se não recebe os estímulos que realmente te dão prazer, entre outras coisas, é natural que a vontade de transar desapareça.

Natali gutierrez explica como sexo ruim tira o desejo da esposa

No começo, você pode até ter esperanças de que as coisas melhorem, de que foi só um dia ruim e por aí vai, mas, quando o sexo sem prazer é constante, fica difícil acreditar e querer tentar de novo. Isso não quer dizer que é apenas responsabilidade da sua parceria. Apesar de ser indispensável que ele considere o seu prazer também na hora H, às vezes, mesmo tentando, ele não encontra esse caminho porque vocês não falam sobre o assunto e você não comenta o que gosta ou não na cama.

Pós-parto

O pós-parto é outra etapa da vida que pode mexer com os hormônios e, consequentemente, com o desejo sexual. Mas não é esse o fator que quero destacar e, sim, todas as mudanças de hábitos e rotina que podem impactar a forma como você olha pro seu marido. A gestação e o parto não são processos simples e rápidos, pelo contrário. A forma como cada pessoa lida com isso muda e pode impactar a relação. Se você passou por uma gestação difícil, por exemplo, com parto complicado, é possível que o sexo seja a última coisa que passe pela sua cabeça na hora que o bebê chega.

Além disso, todos os cuidados de recuperação e com o bebê que você vai ter a partir de agora podem tirar o prazer sexual de foco no pós-parto. A pressão que surge nessa etapa, seja de você consigo mesma ou do seu parceiro pra retomarem a vida sexual ativa, ao invés de ajudar, também pode ser mais um empecilho nesse momento delicado.

Estresse

Sim, o estresse também afeta a nossa vontade de transar. Tem quem busque um bom orgasmo pra relaxar e esquecer os problemas do dia a dia, mas, pra outras pessoas, isso é totalmente fora de cogitação nos momentos de maior estresse – e tá tudo bem, as duas formas de lidar com o processo são legítimas.

Isso fica ainda mais evidente quando o que causa o estresse na mulher é algum comportamento do marido ou alguma situação pontual da relação que não vai bem. Nesses casos, não é possível ver o relacionamento como um ponto de fuga daquilo que está nos estressando, porque ele é a fonte do estresse.

Problemas na relação

Outro fator que faz com que muitas mulheres cis pensem “não sinto mais vontade de ter relação com meu marido” são os problemas no relacionamento a dois. A falta de diálogo, de respeito, a quebra de confiança por uma traição, incompatibilidade de ideias e, por vezes, relacionamentos tóxicos… Tudo isso cria ambientes onde é difícil cultivar o amor e o desejo sexual.

Quando os problemas são constantes e a relação parece que não tem mais solução, a vontade de transar pode ser uma das primeiras coisas que desaparece, justamente porque somos nutridos por outras emoções, como tristeza, raiva e desinteresse.

Falta de atração

Apesar da gente se negar muito sobre isso, mesmo quando um casal se dá bem em todos os aspectos da vida a dois, pode estar passando por problemas sexuais justamente devido à falta de atração pela parceria. Há relações em que o carinho fraternal acaba superando o desejo sexual, então, mesmo quando as duas pessoas ainda se amam e se gostam, a atração sexual vai desaparecendo e, aí, a vontade de ter relação com a outra pessoa também vai embora.

O que fazer quando não sente mais vontade de ter relação?

A primeira coisa que você precisa ter em mente antes de fazer algo de fato é saber o motivo pelo qual você não sente vontade de transar com seu marido. Por exemplo, se você estiver com alguma disfunção hormonal, não adianta tentar mudar a rotina da relação e achar que o desejo vai voltar, entende? Conhecer a causa é a única forma de pensar em uma solução que realmente funcione no seu caso.

Deixando de lado os possíveis aspectos fisiológicos, já que, nesses casos, você deve procurar o acompanhamento médico especializado, vamos falar sobre questões de relacionamento. Se você entender que a questão no seu desejo é um fator da vida a dois, você pode contar com a ajuda de um psicoterapeuta pra entender os seus sentimentos e como lidar com eles. Também vale a pena conversar com uma pessoa de confiança, se não se sente preparada pra ir à terapia ou falar com seu parceiro sobre o assunto – mas lembre-se de que um papo com uma pessoa especial não substitui um tratamento psicológico, okay?

A partir do que você entender, você tem dois caminhos a seguir: tentar reacender a chama sexual ou aceitar que ela chegou ao fim por completo. Olha as dicas que eu trouxe pra cada situação:

O que fazer para voltar a ter desejo pelo marido?

Cinco dicas pra recuperar o desejo no casamento

Reacender o desejo pode ser um processo delicado, que leva um certo tempo, mas, se for algo que você quer, certamente vale a pena tentar. Algumas ideias simples que você pode colocar em prática são:

  • Escreva num papel as coisas que você mais gosta na sua parceria (não só físicas);
  • Anote coisas que ele tem/faz que te excitam;
  • Estimule sua imaginação com conteúdos eróticos de séries, filmes e livros;
  • Prepare programas a dois mais picantes;
  • Revisite fantasias sexuais que você deixou de lado;
  • Converse com seu parceiro sobre sexo – o que vocês gostam ou não;
  • Tenha momentos de conexão sem transar, pra instigar o desejo.

Essas são algumas coisas simples que podem reativar o seu olhar e desejo sexual pelo seu marido, mas você pode conferir um conteúdo completo sobre como apimentar a relação pra ter ainda mais ideias.

Se depois dessas tentativas, você perceber que não tem mais jeito, que a relação não só esfriou, mas apagou por completo, talvez seja o momento de lidar com isso e esse é o assunto do próximo tópico.

O que fazer quando acaba o desejo no casamento?

Quando acaba o desejo no relacionamento, é importante entender o quanto o sexo é importante pra você e sua parceria. Tem pessoas que o veem como algo indispensável pra um casal, enquanto outras entendem outras coisas como muito mais importantes, além daquelas que, apesar de uma relação afetiva, não têm o sexo como algo importante. Mas, se você está aqui, arrisco dizer que esse é um aspecto que faz diferença pra sua relação, seja pra você ou pra outra pessoa.

Nesses casos, quando o desejo acaba, podemos entender que uma parte importante da relação acabou, certo? Se essa parte é insubstituível e irreparável, talvez seja a hora de terminar o relacionamento.

Pode até parecer drástico, mas é importante saber o que é essencialmente importante pra relação se manter saudável e não abrir mão disso. Se o sexo tem essa relevância na sua vida a dois e ele para de existir, a relação não vai ser boa como foi em outro momento – e não vale a pena continuar transando sem vontade só pra manter algo que não é mais real, não é bom pra você nem pra sua parceria.

Terminar um relacionamento não é fácil, especialmente quando falamos de casamentos, que são mais longos, envolvem o nosso lar e, por vezes, até filhos. Mas precisamos ser honestos com a gente e com o outro a todo momento pra podermos ir em busca daquilo que realmente nos faz bem. Se você está nesse momento, reforço que a ajuda de um psicoterapeuta pode fazer muita diferença pra passar por esse processo. Além disso, aqui no blog, tem um conteúdo que pode te ajudar: Como superar o término. Te espero por lá!

14 comentários sobre “Não sinto mais vontade de ter relação com meu marido e agora?

  1. Nati disse:

    Olá ! Estou vivendo um caso complicado , acho que não tenho atração pelo meu marido , pois tenho vontade de está com outra pessoa , me sinto bem , quando estou longe dele . Tenho vontade de me separar para conhecer outras pessoas , ficar livre , mas penso no meu filho que ainda é pequeno e na parte financeira , por conta da gente está construindo um sonho

    • Dona Coelha disse:

      A pior coisa que pode acontecer é você ficar com alguém que não gosta o resto da vida e nunca fugir deste ciclo porque sempre vai ter algo te segurando a esta relação :(
      É uma questão de escolha e prioridades, mas a vida é muito curta para a gente deixar que fazer o que ama para fazer aquilo que é “esperado” da gente.
      Os filhos serão sempre seus filhos. O sonho só é sonho mesmo quando você está integralmente feliz.
      Não estou incentivando nenhuma ação impensada, mas acho que vale você pesar aquilo que te faz feliz e criar um plano para atingir isso. Isso passa pelo lado financeiro, muita conversa, definição de metas e do seu sonho de vida.

      • Amiga 😢 disse:

        Eu não tenho vtds de ter relação com meu marido, porém, ele me acusa q sou culpada de não ter vtd, q eu não faço nada pra ter desejos… amo estar com ele, mas na hora do sexo, sinto aflição, isso já tem 3 anos, porém faço pra satisfazer ele😔

        • Dona Coelha disse:

          Amiga, talvez vale fazer buscar terapia sexual para buscar o motivo por trás dessa sua aflição no momento de intimidade.
          A terapia com uma psicóloga especializada pode te ajudar muito a ressignificar esse sentimento e melhorar sua vida sexual a dois.
          O mais importante você está fazendo, buscando informação que é o primeiro passo, agora vale seguir em frente!

  2. Danilo disse:

    Eu observo que as mulheres tendem a ligar sexo a paixão. No começo de qualquer relacionamento elas estão sempre acesas e depois diminuem pois a paixão ‘passou’ – o homem por outro lado liga sexo com amor e paixão tudo ao mesmo tempo. Ou seja, enquanto a esposa for atraente física e internamente ele a deseja sexualmente… Já a mulher, liga o SEXO apenas a paixão…. Casado a mais de 5 anos, eu decidi investir na relação: Cuckold e Hotwife. Hoje minha esposa pode ter multiplos amantes e namorados e eu presto fidelidade apenas a ela. Após eu liberar a relação para ela, eu percebi que ela está sempre se cuidando, a autoestima está sempre boa. Toda vez que ela arruma um amante novo, ela fica perdidamente apaixonada (e eu permito essa paixão) pois sei que é passageira… Mas enquanto ela vive essa paixão, ela está acesa sexualmente. Eu continuo sendo seu amor e seu porto seguro, mas suas paixões a deixam com a libido sempre em alta. Essa libido acaba sendo benéfica para mim, pois depois que passei a permitir que minha esposa tivesse outros namorados e fizesse sexo com outros homens, ironicamente EU PASSEI A FAZER MAIS SEXO COM ELA do que na época q ela era ‘Posse minha’ – Hoje ela tem 4 amantes fixos e está sempre procurando novas aventuras…. Quando a paixão passa, ela descarta o amante (já descartou 3 caras nesse período) e se algum novo conhecido é melhor, ela troca algum que ela já ‘cansou’ – Acredito que a mulher é movida a seratonina e essa libera quando ela se apaixona a deixando mais feliz… Então para que negar a minha esposa sentir isso? Eu me sinto super satisfeito em transar somente com ela q está sempre se cuidando para atrair novos homens, sempre gostosa, sempre feliz… A saída em dividi-la me fez te-la mais no âmbito sexual do que quando ela era dedicada só a mim…

    • Amor disse:

      Nossa . Ser traído sabendo deixa vc feliz ? Só p ela estar feliz vc concebe a liberdade a ela desse jeito ? Vc está preso a ela desta forma ? Bem , melhor fazer sexo a 3 , c homem ou mulher , fazer um trisal . Minha esposa n me deseja mais . Ela me disse . Quando transamos , ela coloca filmes de sexo de mulher c mulher , será q é lésbica ? Mas , ainda n provou do sexo c outra mulher . (Isto ela q diz !) Gostaria de deixá-la provar este momento mas tbm gostaria de fazer parte deste momento c “elas”. E daí , esse fazer parte ela n permite e muito menos admite ter vontade de fazer sexo c outra mulher. Tenho 46 anos , ela 29, mas sou muito ativo e a quero a td momento rsrs mas ela n me quer momento algum . Depois desses 10 anos juntos , ou nós resolvemos p ficar juntos , ou devemos separar . Ela diz q n quer , q me ama, mas q n tem desejos sexuais comigo . N tenho ngm, ela n abre mão de mim , pois n me quer c outra pessoa. N entendo nada , isto ta me deixando maluco .

      • Danilo disse:

        Amigo, não considero que sou traído…. Afinal, eu sei perfeitamente com quem ela esta e com quem fala… O que dou é uma autorização para ela ter outros namorados e parceiros sexuais. Traição seria se ela me enganasse, mas eu estou sempre sabendo com quem ela esta falando ou se encontrando. Eu defendo que esse é o melhor tipo de relacionamento, pois como disse, a mulher em específico tende a juntar sexo de paixão… Quando ela desenvolve amor, o sexo tende a cair…. O que tem de homem que reclama que a mulher não quer mais transar não está escrito…. Quando libero minha esposa, estou dando a ela o direito de se apaixonar quantas vezes quiser, e por ser assim, está sempre se arrumando, cuidando do corpo e está sempre quente para sexo (inclusive comigo). Eu estou sempre tentando ser melhor do que os caras com os quais ela sai, então nosso relacionamento está sempre sendo renovado. Como disse; Faço mais sexo com ela depois que a liberei do que antes de libera-la. Não concordo que o homem deve procurar sexo fora de casa, afinal, se o homem faz sexo fora, eventualmente estará cansado para dar atenção pra sua esposa em casa…. Como a mulher é multiorgasmica, ela pode ter relação fora de casa e ainda chegar quente para uma relação com o marido. E os maridos adoram uma mulher ‘safada’ , afinal grande maioria trai suas companheiras com uma mulher safada…. Eu tenho o prazer de ter essa mulher safada dentro da minha casa..

  3. Lisandro Hubris disse:

    Durante a Adolescência e a Juventude, o sexo feminino costuma usar e abusar dos seus atributos sexuais, e até mesmo usar o próprio corpo, como um eficiente e irresistível chamariz, assim como, uma preciosa recompensa…
    Porém o fato do tempo ser implacável até com as mulheres mais lindas, e mais receptivas, termina fazendo com que depois de alguns anos o frescor, o encanto, e a deslumbrante beleza física da mulher, termine diminuindo.
    E o instinto do marido terminar desejando adquirir alguma amante mais nova, a medida que a antiga companheira vai perdendo a sua beleza, e a sua juventude…
    É parte do mesmo mecanismo biológico que no passado fez a outrora jovem cheia de pretendentes se descartar dos homens menos compatíveis.
    Pois só algumas mulheres conseguem obter a segurança e a felicidade suprema de não precisa ser perfeita para ter um homem que a ame, e que deseje permanecer sempre do seu lado.

  4. Amigo disse:

    Embora mais evidenciada – a atração física – mas ela é parte de um “combo” de atrações: inteligência, boa companhia, simpatia e, principalmente o amor que é preponderante, onde não por acaso, o porte físico pode não coincidir com o que nos “agradaria” mas como desperta a libido, a pessoa amada!

    • Lara da Dona Coelha disse:

      Excelente comentário, Amigo! Realmente o desejo tem bases em diversos fatores além da atração física!

        • Amigo disse:

          Será que não estarias tendo um certo pudor com ele, numa época em que buscam até rotular o limite em manter-se hetero mesmo tendo intimidade com mesmo gênero? Por ser cisgenero, já ouvi de bissexual com quem fiquei, que gostaria de sentir ousadia em mulher, como a que eu estava tendo com ele; na época fiz oral nele, que adoro muito fazer e conversávamos muito do que esperávamos nas intimidades que tivemos! Converse com ele sobre as “vontades” suas e que ele gostaria que tivesses! Sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.