o que é gouinage dona coelha

Gouinage: não precisa ir fundo para ter prazer!

Cá entre nós, qual a primeira coisa que você pensa quando a gente fala em sexo? Muito provavelmente o que veio à sua mente foi penetração. Essa é a ideia mais comum do que é transar.

Mas você sabia que dá pra transar sem penetração?! Sim!!! O Gouinage te permite isso (chocados, né?). Uma outra forma de sexo que deixa de lado uma das ações que mais marcam o sexo nesse mundão ocidental – loucura!

Os beijos, toques, punheta, sexo oral, brincadeiras, preliminares, olhares, dirty talk – tudo isso também é sexo (hmmmmm, apaga esse fogo que estamos só no começo).

Tá, Dona Coelha, mas por que que eu vou deixar de fazer uma das coisas mais gostosas da transa? Eu te respondo: exatamente por isso! Não entendeu ainda? Como essa é uma das coisas mais gostosas, obviamente existem outras ações que dão um super prazer e a gente não dá tanta bola assim.

Que tal, antes de entendermos o que é o Gouinage, falarmos um pouco mais sobre por que a penetração pode – e às vezes deve – ser deixada de lado? Vamos lá!

Nem todo mundo quer ser penetrado – e tá tudo bem!

Talvez seja o seu caso, da sua amiga ou da parceira, mas muitas mulheres não relacionam a penetração com prazer, mas com desconforto e até mesmo dor – o que não combina nadinha com sexo, né?

Pra começar, é preciso entender que há diferentes tipos de incômodos e dores. Eles podem ir desde ardências ou queimação no canal vaginal até pontadas ou cólicas na região abdominal – então o buraco é bem mais embaixo.

Além disso, esses problemas podem ter diversos fatores, o que faz de cada caso, um caso único. A menopausa, por exemplo, pode facilitar o aparecimento desses incômodos – que não surgem só com o pênis, mas também com vibradores e outros brinquedinhos.

  • Você precisa saber por que dói

dor durante a penetração gouinage dona coelha

Se você não estiver molhada o suficiente, é bem possível ter ardências na vagina na hora H, o que é bem desconfortável – uma boa opção para dar um “empurrãozinho” nesses casos são os lubrificantes à base de água (adoro, rs).

Quando as dores acontecem num ponto mais ao fundo do canal vaginal, podem ser frutos de IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis) ou até mesmo de endometriose, quando aquela camadinha do útero, que é a menstruação, atinge outros lugares, com as trompas, os ovários, ou até o intestino e a barriga.

Algumas posições sexuais também podem gerar desconfortos para nós mulheres. Esse é o mais fácil de resolver, corre no blog da Dona Coelha e confere nossas dicas de posições sexuais – tchau, tchau dor; olá, orgasmos!!!

Além desses aspectos físicos, sexo também é feito com a cabeça (rs)! Alguns problemas psicológicos podem interferir no prazer e no conforto durante o rala e rola, como o vaginismo.

Essa disfunção sexual feminina faz com que os músculos da vagina se contraiam de forma involuntária e atrapalhem a penetração, tornando as tentativas super desconfortáveis e dolorosas – e, muitas vezes, as origens desse problema são psicológicas.

Viu como são vários os motivos de sua parceira, ou até mesmo você, não se dar com a penetração? Como não estamos aqui para diagnosticar ninguém, mas ajudar vocês a gozar muito, não se esqueçam de manter as visitas ao médico atualizadas – já foi esse ano?!

Entenda de vez o que é o Gouinage e como praticar!

Essa prática incomum tem ganhado cada vez mais adeptos, que buscam por inovações na hora do prazer – a gente adora! Mas como nós sabemos que muita gente não tinha nem ouvido falar disso até agora, vamos explicar tudinho pra você.

A técnica do Gouinage é buscar o prazer sexual sem colocar nada dentro de lugar nenhum. Isso mesmo, os estímulos vão ocorrer de várias formas, mas sem chegar aos considerados “finalmentes”.

Então, para praticar o Gouinage, você e a/o parceira/o vão ter que aprender a explorar outras partes do corpo – uma ótima oportunidade para testar posições, brinquedos, práticas diferentes e sair da mesmice!

Antes que você pense isso: Gouinage não é preliminar!

dicas para como praticar gouinage donna coelha

Se foi isso que veio à sua cabeça, talvez eu não esteja sendo super clara aqui – então, bora lá!

Sim, nas preliminares a gente tem tudo isso: pegação, toque, uso de acessórios, fantasias, sexo oral e tudo mais. Só que tudo isso é feito pensando em chegar a um momento: botar tudo pra dentro – e só então tentar gozar.

É aí que o Gouinage se diferencia da preliminar – ele não é o começo, mas o meio e o fim! Não é porque não tem penetração que alguém vai ficar sem gozar, né, pessoal!

Então, agora que eu já expliquei o que é e por que ser um praticante do Gouinage, vamos para a parte que a gente mais gosta: como fazer!!!

A regra é simples: não tem regra! Você tem que usar a criatividade e as suas habilidades para chegar ao prazer máximo e proporcionar isso pro seu love. Mas como eu sempre penso em vocês com muito carinho, separei algumas dicas para ajudar a apimentar a relação e inovar o prazer. Vem comigo!

1. Conheça o seu corpo!

Sei que esse papo já foi falado muitas vezes, mas é sempre bom repetir: toque-se! Conheça seu corpo, saiba o que você gosta e o que incomoda, como você goza ou não.

Quando você se conhece, fica fácil saber o que rola ou não na cama e ainda dá pra dar umas dicas, caso a pessoa não esteja mandando muito bem. Assim vocês vão se divertir mais durante todo o processo – ai que delícia!

2. Saiba como estimular a sua parceira!

Se você tá transando com uma mina, é extremamente necessário que você saiba brincar com a “amiga” dela – isso mesmo, esses dedos têm que saber o que e onde fazer!

Por isso, nada mais justo do que dar uma boa lida no nosso post sobre o clitóris e tudo que você precisa saber sobre ele! Afinal, ele pode ser seu amigo – dar prazer também é muito gostoso!

3. Bota essa boca para trabalhar – sem preguiça!

Outra ação que pode dar muito tesão e ajudar a chegar lá é um bom e molhado sexo oral! Então prepara essa língua e abre as pernas – quem sabe rola um 69?!

Já que dei uma super dica pra ajudar as manas, aqui vai uma pros manos me agradecerem depois: aqui no blog tem um post que ensina 10 dicas para fazer um bom boquete – já manda o link pro contatinho!!!

4. Me joga no quarto vermelho e me chama de Christian Grey!

Para os mais ousados de plantão, que tal arriscar uns toques mais fortes?! Calma, calma que eu explico! Sabe aquela história antiga de “um tapinha não dói”? Se combinar certinho antes, ele pode não doer, mas dar prazer – sempre com consentimento!

Se você não é um super fã do BDSM, dá pra adaptar e usar uns acessórios de sadomasoquismo picantes! Mas não se esqueça de não extrapolar os limites estabelecidos por você e a pessoa que topou essa experiência, ok?!

5. Fale as palavrinhas mágicas

Como o Gouinage é sobre explorar o corpo e os sentidos, a gente não podia deixar de lado a audição – afinal, ela estimula super a nossa imaginação e deixa qualquer um ainda mais excitado!

Por isso, aposte no dirty talk e faça seu parceiro ou parceira pirarem! Se você não tiver muita prática nisso, procure algumas dicas sobre o que falar na cama. E lembre-se sempre de que se o outro não gostar, é melhor ficar quieto!

Está vendo como as possibilidades de prazer sem penetração são diversas?! A gente só mencionou 5, mas você pode usar e abusar da criatividade.

Use fantasias, vibrador líquido, massagens eróticas, enfim… Experimente! Depois que você descobrir os prazeres de gozar sem penetração, volta aqui e conta pra gente o que achou do post.

Estou ansiosa pra interagir com vocês. Até o próximo post!

Receba nossos emails

CADASTRAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas de Black Friday.

Receba nossos emails

CADASTRAR
Descontos de Valentine's Day
Seu cadastro garante que será a primeira(o) a receber as ofertas do Valentine's Day.
Coletamos dados para melhorar o desempenho e segurança do site, além de personalizar conteúdo para você, confira nossa Política de Privacidade.