Como perder a virgindade sem dor: dicas simples e práticas

Mulher jovem na cama coberta e sorrindo

Sim, tem como perder a virgindade sem dor! Talvez você ache difícil de acreditar, ou porque teve uma primeira experiência sexual ruim, ou porque ouviu muitas histórias de que a primeira vez machuca. Mas a verdade é que o sexo não precisa doer nunca, nem quando você perde a virgindade.

Antes de eu te explicar como isso é possível, acho que importante destacar dois pontos. Primeiro, este post é voltado pra todas as pessoas com vulva e, em especial, pra mulheres cis que estão querendo iniciar a vida sexual. O segundo ponto é o que entendemos por “perder a virgindade”, afinal, ser virgem é apenas um conceito – tem quem entenda que a virgindade está relacionada à penetração e quem ache que tem a ver com o toque de outra pessoa no nosso corpo.

Por aqui, eu acredito que a concepção de virgindade é individual e vai depender do que cada pessoa acredita ou não. Por isso, pra ser o mais clara possível, essas dicas são para quem vai praticar a penetração vaginal pela primeira vez, tá bom? Então, vamos entender mais sobre o assunto!

Como é possível perder a virgindade sem dor?

Como comentei, a primeira penetração vaginal não precisa doer. Muitas pessoas ainda acreditam que uma coisa está ligada com a outra porque muita gente teve experiências ruins na primeira vez. Isso acontece porque, infelizmente, não temos uma cultura que preze pela educação sexual, assim, ao iniciar no sexo, os jovens não sabem como fazê-lo de forma segura e prazerosa, como deve ser de verdade.

Com isso, acabam achando que algumas coisas ruins são “normais”. A dor na primeira vez é só um desses equívocos, tem quem não sabe usar preservativo e ache que só precisa dele na penetração vaginal, por exemplo. Ou muitas pessoas que não entendem os métodos de contracepção certinho e por aí vai.

Perder a virgindade sem dor tem a ver com consentimento, desejo, conhecimento sobre o próprio corpo, lubrificação e outras coisas simples, mas que não são tão faladas com os jovens ainda. Quando todas essas coisas estão em harmonia, a dor vai ser só uma história que alguém contou. Olha as dicas que você pode seguir pra que a primeira vez seja prazerosa.

Respeite seu tempo e seu desejo

Pode parecer quase banal eu falar isso aqui, mas a mente é a primeira parte de você que precisa estar pronta pra sua primeira vez. A nossa mente tem o poder de comandar todo o nosso corpo, assim, se a gente estiver nervosa, ansiosa ou com medo, é assim que o corpo vai reagir à primeira penetração.

Ao nos sentirmos assim, a vagina não se prepara para receber a penetração, na verdade, ela faz o contrário, fica mais contraída e zero lubrificada, aspectos que deixam o momento dolorido e ruim com certeza. Por isso, respeitar as suas vontades é indispensável pra esse momento ser bom. Só faça isso quando perceber que é o seu momento. Se você estar tomando essa decisão por causa da sua parceria ou porque alguma outra pessoa falou que você “tem que perder a virgindade”, aconselho que repense sua escolha. Essa experiência só vai acontecer uma vez e é totalmente sua, por isso, é o seu bem-estar que importa antes de tudo!

Conheça seu corpo

Saber como seu corpo funciona e quais estímulos mais te excitam também ajuda a perder a virgindade sem dor. Isso porque vai te ajudar a não fazer coisas que podem te desestimular ou te machucar. Além disso, esse autoconhecimento permite que você dê dicas pra sua parceria na hora H.

Portanto, não tenha medo de olhar e tocar seu corpo e sua vulva, seja a primeira pessoa a explorá-los, no seu tempo, pra conhecer tudo que você quer ou não na primeira vez. Se você ainda não fez isso, vale a pena conferir meu post completo com dicas de como se masturbar sendo virgem.

Além da masturbação, olhar as partezinhas do seu corpo é essencial, então, permita-se esse processo. Sente-se de frente ao espelho e veja a sua vulva, olhe as partes dela pra conhecer cada uma, identifique qual tipo de vulva é o seu e permita-se amá-la desde a primeira vez.

Converse com uma médica

Pra quem vai iniciar a vida sexual, ter orientação de pessoas qualificadas é essencial. Como sexóloga, posso te afirmar que uma visita à ginecologista é essencial antes desse momento especial. Essa especialista poderá tirar todas suas dúvidas sobre o seu corpo vai passar pelo processo, poderá te explicar tudo sobre as ISTs e muito mais.

Além disso, com exames médicos e orientação de uma profissional qualificada, você poderá entender e escolher o melhor método contraceptivo pra você, o que é importantíssimo em relações heterossexuais quando se quer prevenir a gravidez.

Mas outra coisa que uma especialista da saúde pode fazer pra te ajudar a perder a virgindade sem dor é explicar como é o seu hímen. O hímen é uma membrana que fica no canal vaginal e que pode ser rompida na primeira vez. Mas a verdade é que existem diferentes tipos de hímens, um mais elástico que o outro, alguns com furinhos e por aí vai. Então, isso muda de uma pessoa pra outra. Sabendo como é o seu corpo, fica mais fácil entender o que pode ou não acontecer na penetração.

Por exemplo, quem tem o hímen mais rígido e fechadinho pode sentir uma leve dorzinha no momento do rompimento dele, mas não deve ser nada alarmante. Além disso, algumas pessoas podem ter um leve sangramento (bem menor do que a menstruação) e outras nem perceberem nada.

Converse com a sua parceria

Sexo tem a ver com consentimento, desejo e respeito, por isso, a comunicação é essencial pra que a primeira penetração vaginal seja gostosa e não dolorida. Converse com a sua parceria sobre seus desejos, suas expectativas, o que você quer ou não fazer. Tenha esse papo antes, durante e até após o sexo.

Quando vocês expõem esses aspectos um pro outro, ficam mais íntimos e conectados, o que já deixa o momento mais gostoso e fácil. Além disso, é um jeito de entender se vocês estão olhando pra esse processo do mesmo jeito e ajuda a encontrar pontos de equilíbrio entre as vontades de cada um. Lembre-se de que essas conversas devem ser respeitosas, sinceras e sem julgamento, como momentos de liberdade mesmo.

Escolha um ambiente relaxante

Já que o relaxamento é essencial pra manter o corpo preparado pra penetração, faça o que puder pro ambiente colaborar. Primeiro, escolha onde vai ser a primeira vez junto com a parceria. Busquem um local em que se sintam à vontade, não corra os risco de alguém chegar ou algo tirar o foco de vocês.

Com o local definido, use acessórios e recursos que ajudem nessa ambientação. A luz baixa é mais confortável que a acesa, por exemplo. Usar uma playlist que embale o momento também é uma boa pedida, é só não erguer muito o volume. Velas aromáticas podem deixar um cheirinho relaxante que ajuda a manter vocês calmos e focados no momento.

Capriche nas preliminares

Chegou o momento que você tanto esperava: é só botar pra dentro? Não, não, não! Antes de rolar a penetração, é muito importante que vocês passem pelas preliminares sem pressa, no ritmo de vocês. É nesse momento antes da penetração que vocês vão conseguir estimular o corpo e a mente pra se prepararem para o que vem depois.

Durante as preliminares, vocês se tocam, se olham, se beijam e por aí vai… Conforme os estímulos forem acontecendo, o corpo vai “acendendo”, a circulação sanguínea aumenta na região da vulva e do pênis, o que os deixa maiores (quando vai acontecendo a ereção) e estimula a lubrificação natural do corpo. Além disso, é uma parte do processo que ajuda você a sua parceria a ficarem mais à vontade um com o outro.

Dê atenção à lubrificação

A lubrificação natural é um sinal de que os estímulos estão dando certo e o corpo está se preparando para a penetração. Assim, é normal que a vagina e o pênis soltem líquidos, que são transparentes, mas não é nada exagerado. A sensação é de estar molhado nessas regiões. Essa lubrificação já facilita a penetração com os dedos, que pode ser uma boa pedida antes de usar o pênis ou um toy.

Junto com o preservativo, um bom lubrificante à base d’água é essencial. Ele vai tornar o momento muito mais fácil e gostoso, vai por mim! Ele complementa a lubrificação natural e, quando vocês sentirem que é a hora, vai deixar mais fácil a penetração do pênis especialmente com o preservativo.

Explore bem o clitóris

Lembra que eu comentei que o clitóris é o órgão do prazer? Então, ele realmente é, essa é a função primordial dele, por isso ele não pode ser esquecido na sua primeira vez. Brinque com ele desde as preliminares a até durante a penetração, isso vai te fazer sentir mais prazer e ajudar na lubrificação natural.

Aqui no blog, tenho um post com dicas práticas de como estimular o clitóris com ou sem parceria, você conferir pra testar a sós ou enviar pra sua parceria.

Agora que você entendeu que dá pra perder a virgindade sem dor, desejo uma primeira vez cheia de prazer! Se gostou deste conteúdo, não deixe de acompanhar as postagens diárias aqui do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.