Ok tumblr

Como comprar Vibradores Seguros para a Saúde

Na hora de comprar um vibrador é preciso tomar alguns cuidados para ele não prejudicar a sua saúde. Um vibrador seguro significa que o material que ele foi desenvolvido é 100% seguro e nest post vamos identificar quais são os materiais seguros para comprar e os que devem ser evitados.

Veja também nosso outro post: “Como escolher o vibrador perfeito para você?”

Os produtos eróticos não são diferentes de outros tipos de produtos, é preciso checar a sua qualidade. Por ser um tipo de produto de uso interno como os vibradores os materiais com que são feitos precisam ser de alta qualidade de forma não prejudicar a saúde.

Durante alguns anos, por conta da falta de pesquisas sobre o tema e mesmo uma fiscalização adequada, o mercado erótico foi se auto regulou vendendo produtos de qualidade duvidosa. Até hoje, muitos fabricantes ainda desenvolvem produtos assim, focando no preço barato como diferencial.

O problema dos FTALATOS

Um dos maiores exemplos são o Ftalatos, compostos químicos perigosos a saúde e identificados como potencialmente cancerígenos. Por isso, recomendo usar vibradores e outros produtos eróticos de materiais com qualidade superior.

A maioria dos fabricantes de vibradores e outros produtos eróticos possuem um selo na embalagem Livre de Ftalatos ou em inglês “phthalates-free”, que garante que não possuem este composto. Porém no Brasil este tipo de informação não é verificada e regulada por nenhum orgão governamental ou de saúde, e também não existe uma legislação específica que proíba os ftalatos, embora na Europa e nos EUA eles já tenham sido banidos.

Evite os materiais porosos

Quando falamos de vibradores e produtos eróticos para a mulher, outro tipo de material nocivo a saúde são os materiais porosos. Eles não são recomendados por reterem impurezas, podendo se tornar um depósito de bactérias, mofo e fungos. Infelizmente não existem estudos científicos comprovando que este tipo de produtos podem ser perigosos a saúde já que a maioria dos países não regulam os produtos vendidos pelo mercado erótico da maneira adequada.

Quais materiais são seguros?

  • 100% Silicone, também conhecido como Silicone Cirúrgico, Silicone Médico ou Silicone Platina.
  • Madeira com acabamento de nível médico. Embora a madeira seja um material extremamente poroso, este acabamento torna a sua superfície lisa, sem poros.
  • O alumínio é seguro. A maioria dos vibradores de alumínio também possuem coloração segura, tirando algumas pessoas alérgicas ao níquel.
  • Aço inoxidável cirúrgico é seguro.
  • Vidro é um material bastante seguro, principalmente os vidros borossilicato.
  • Cerâmica é ok, desde que tenha sido esmaltado e seco em estufa. De forma que o esmalte não se torne poroso.
  • Pedra natural em sua maioria é ok também, embora não existam muitos estudos sobre seu grau de porosidade e segurança de colocar minerais dentro do corpo durante um longo período.
  • Plástico ABS é seguro. É um material praticamente não poroso e também não é tóxico.

Quais materiais é prudente evitar?

  • Jelly, Jellee, Gel e outros nomes parecidos, são porosos – fuja.
  • Borracha ou Rubber “Skin safe”. Como não existe regulação, quem diz se é tóxica ou tem Ftalatos é a própria fabricante. Não acredite cegamente nestes avisos e busque informação antes de comprar.
  • Cyberskin / UR3 / Futorotic / Fanta Flesh / Neoskin / FauxFlesh / etc – se o produto não é puro silicone, promete ser super-realista e não é um masturbador masculino, o conselho é evitar por conta da sua alta porosidade.
  • Vinil e PVC.
  • TPE, TPR, Elastômero, TPR – silicone, SEBS e “silicone blends” (misturas de silicone) – Muita cautela no uso deste materiais. Em geral eles não são tóxicos, mas quase sempre são porosos o suficiente para abrigar fungos e bactérias. Esses materiais também podem ser suavizados com óleo mineral e conter produtos químicos nocivos, além dos ftalatos. Boa parte destes materiais são altamente instáveis, e vão começar a quebrar num prazo de meses. Vibradores e outros produtos eróticos fabricados a partir destes materiais devem ser examinados de perto antes de cada uso com atenção para escorrimento do material, pontos negros e odores desagradáveis​. Vibradores fabricados a partir com estes materiais deve ser substituído a cada 8-10 meses.

Vibradores seguros

Os produtos feitos com materiais de qualidade e seguros para a saúde não são muito mais caros. É possível encontrar vibradores seguros por um valor muito próximo dos outros. Veja os produtos disponíveis na minha loja.

Beyonce-ok

Eu repito que os vibradores com ftalatos ou materiais porosos não são recomendados pelo potencial risco a sua saúde. Embora não exista nenhum estudo científico feito no Brasil ou fora sobre o assunto eu aconselho evitá-los.

Esse post foi escrito inspirado nas dicas do blog da Dangerous Lilly.

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário. É 100% anônimo e sua dúvida pode ajudar outras pessoas também, escreva para nós agora!

18 comentários sobre “Como comprar Vibradores Seguros para a Saúde

  1. Tayane disse:

    Oi, gostei muito das dicas e aprendi bastante! Acabei ficando com uma dúvida: você falou sobre o PVC não ser recomendável, mas tem alguns produtos na sua loja e em outras também que vem escrito na composição “PVC atóxico”, inclusive achei alguns produtos em outras lojas escrito “PVC atóxico” e um selo na embalagem escrito “livre de ftalatos”. Nesses casos é seguro comprar um sex toy desse material? Ainda assim é recomendável o uso com preservativo?
    Obrigada

  2. Fábio disse:

    Boa noite esse material pode causar alergia , Prótese Realística (Vibrador Imbutido) Côr Pele c/ Escroto 16 x 3,5 Blister ELA 39QX

    • Dona Coelha disse:

      Oi Fábio, os vibradores são super seguros, mas algumas pessoas podem ter alergias a alguns materiais. O material mais seguro para uso íntimo é o silicone, recomendo que caso tenha alergias escolha vibradores deste modelo :)

      • Mariana Lis disse:

        Boa noite, comprei um vibrador Jack rabbit sexy import que é feito de ABS com TPE. Tenho que me preocupar? Devo usar camisinha? A parte da borboleta posso por algo que me proteja?

        • Dona Coelha disse:

          Oi Mariana,
          Eu recomendo que use sempre com camisinha este modelo de vibrador. Muitas sexshops ainda vendem no Brasil, mas no mundo quase que inteiro esse material deixou de ser utilizado. Isso porque, em geral, este modelo de vibrador não tem uma vida útil longa por conta de uma fabricação simples que vai do material até a engenharia por trás do toy.

          A boa notícia é que no curto prazo ele não vai fazer mal, pelo menos conheço nenhum caso que tivesse problemas, mas com o tempo e o acúmulo de bactérias, ele fica perigoso para sua saúde intima. A ideia de usar camisinha é otima, inclusive na borboleta que também entra em contato com sua região íntima.
          Lembre-se de mesmo com camisinha higienizar seu toy para não deixar que o lubrificante do preservativo acumule no material e diminua ainda mais sua vida útil.

          Origada pela seu comentário, espero ter ajudado ;)

  3. AC disse:

    Não encontrei dildos 100% silicone ou médico p/ pôr em cintas no site de vcs. Terias links de alguns modelos de +- 14×3? Obg

    • Dona Coelha disse:

      Oi Camila, obrigada pela pergunta.
      O Silicone TPR tem caído por conta da baixa presença de silicone na mistura. Em geral Silicone TPR é o mesmo que apenas TPR.
      Hoje em dia eu recomendo sex toys de silicone ou ABS.
      Os outros que usam TPR, TPE, ou o chamado Cyberskin, são bem mais baratos, mas eu prefiro que sejam usados com camisinha, dessa forma a consciência fica leve para curtir todo o prazer possível :)
      Se juntar com um lubrificante a base d’água então, tudo pra mim!!

  4. Anderson Moreira disse:

    Olá.
    Só uma pergunta.

    Você disse que esses materiais são perigosos:
    Cyberskin
    Vinil e PVC.
    TPE, TPR, Elastômero, TPR – silicone, SEBS e “silicone blends
    Jelly, Jellee, Gel.
    Então qual seria o material ideal, por que nao existem outros?
    Obrigado !

    • Dona Coelha disse:

      Oi Anderson, boa pergunta.
      Mas deixa eu reforçar um ponto antes. O mais importante é comprar sextoys de empresas que oferecem certificados de qualidade, seja da qualidade do silicone ou outro que tranquilize em relação a qualidade dos materiais usados.
      Sobre os materiais citados, eles são materiais porosos que sujam (o que é normal), mas que também seguram impurezas que podem ser nocivas a saúde íntima.
      Alguns desses materiais ainda são perigosos porque derretem, literalmente, ao longo do tempo. Eu deixei alguns brinquedos de TPE num pote e depois de 6 meses eles estavam todos misturados como uma coisas só. Foge desses materiais!
      Eles são os mais usados porque são baratos, ai o preço do brinquedinho fica mais acessível ou o lucro fica maior. Por isso o cuidado que nós temos na seleção dos sextoys. A curadoria dos produtos eróticos sempre foi muito importante aqui na Dona Coelha.
      O melhor material e o que eu recomendo é o silicone, sendo quanto mais puro for, melhor.
      Ele é seguro para sua intimidade e também tem uma durabilidade alta, já que é um material de mais qualidade.
      Outro material muito bom é o ABS que é um plástico duro. Ele não tem a maciez e delicadeza do silicone, mas não é poroso e seguro para usar como vibrador.

  5. Ana disse:

    Artigo maravilhoso, fiquei apenas com uma dúvida:

    1 dildo desses chineses e de TPE (sem odor e novo), pode ser usado c/ camisinha e lubrificantes à base d’água/silicone ou, mesmo c/ esses cuidados, ele sempre liberará substâncias tóxicas durante a relação sexual e assim deve ser abolido⁉️?

    Grata e fã da página, desde já ??

    • Dona Coelha disse:

      Oi Ana, obrigada pelo comentário, fiquei muito feliz!!!

      Sobre sua dúvida, usar os dildos ou vibradores com camisinha é seguro sim, pode ficar tranquila.
      Eu acho que nenhuma mulher deve comprar um produto íntimo que faça mal a saúde, mas caso tenha aquele que ganhou ou que comprou faz tempo e tem um apego, vale usar sempre com camisinha, sim!

  6. Priscilla disse:

    Meu primeiro vibrador, comprado recentemente é de jelly, eu realmente não sabia que era poroso, a aparência engana. Essas informações deveriam ser amplamente divulgadas, pois é uma questão de saúde. Só utilizei meu vibrador uma única vez sem camisinha, e sou uma pessoa muito alérgica, foi um verdadeiro milagre então eu não ter tido uma reação. Estou realmente preocupada, uma única vez pode me causar algum problema de saúde?!?!?!!

    • Dona Coelha disse:

      Oi Priscilla, obrigada pelo seu comentário :)
      Sobre a utilização fica tranquila, se você não teve alergias no primeiro uso, bem provável que não vai ter nenhuma reação. Embora o jelly não seja o material mais indicado, o maior problema dele é que não permite uma higiene adequada por conta da porosidade do material.
      Pode ficar tranquila quanto a sua saúde, mas eu recomendo que use ele com camisinha nos próximos usos. É mais seguro assim :)
      Se tiver a oportunidade também buscar um vibrador de silicone (mais macio) ou ABS (como um plástico duro), essas são opções mais seguras para sua saúde íntima!

  7. Lu disse:

    Acho importantíssimo esse tipo de informação que quase não é divulgada no Brasil. Só uma correção, porém: TPR é o silicone médico. São produtos que formam ligações estáveis e permanentes e não derretem com calor, ao contrário do TPE, que é o mais comum (vinila, Jelly, PVC… Tudo TPE)

  8. Ágata disse:

    Adorei o texto,tem ótimas dicas,vibradores são uma “delícia”,mas temos que ter cuidado,e investir em um produto de qualidade é fundamental,eu gosto de brincar com as minhas amigas,que a Marilyn Monroe dizia “Que os diamantes eram os melhores amigos de uma garota”,pq ainda não tinham inventado o Rabbit naquela época rs,enfim acho que gastamos um bom dinheiro em tantas coisas:como maquiagens ,roupas e sapatos,nada mais justo do que gastar uma boa grana,em um vibrador de qualidade,com certeza o investimento vai valer a pena…

    • Dona Coelha disse:

      Hahahaha concordamos com vc Ágata!
      A aparência exterior deve ser um reflexo do nosso interior. Os vibradores são parte fundamental para o autoconhecimento da mulher e são um investimento na qualidade de vida. Na minha opinião eles são ainda mais importantes que os outros “diamantes” (rs) porque atua para o seu bem-estar interno que reflete diretamente no exterior – na sua aparência.
      Estando bem consigo, parece que o universo conspira a seu favor.
      Obrigada pelo seu comentário ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coletamos dados para melhorar o desempenho e segurança do site, além de personalizar conteúdo para você, confira nossa Política de Privacidade.