Bolinhas Explosivas: que tal conhecer os 3 tipos que vão apimentar sua relação?

As famosas bolinhas explosivas, também chamadas de bolinhas do prazer, são utilizadas pra apimentar as relações sexuais. Elas são ótimas pra aqueles que desejam iniciar o momento a dois justamente com a cereja do bolo – e terminar com explosões magníficas de prazer!

Antes de continuar, aproveite pra ouvir este conteúdo:

 

Acredite, as preliminares ficam ainda melhores quando colocamos as bolinhas para jogo. O produto nada mais é que uma bolinha de massagem recheada de óleo que estoura em contato com a pele pra garantir sensações diferenciadas. Começar os momentos picantes com o item é uma forma de inovar na massagem e, – vamos ser sinceros? – aumentar a excitação de ambos pra um sexo surpreendente.

Mas você sabia que existe mais de uma única opção? Pois é! E para te ajudar a escolher o tipo de bolinha explosiva certa, eu elaborei um guia que explica o que cada modelinho pode proporcionar. Vem comigo e confira na sequência!

Bolinha Erótica: confira agora os 3 tipos mais comuns

O toque é um grande aliado dos momentos íntimos, concorda? É por meio dele que conseguimos sentir cada pedacinho do nosso corpo estremecer em meio às carícias envolventes da nossa parceria. Isso é ainda mais importante na masturbação, quando o toque se faz essencial pra experiências completas e singulares.

Agora imagine juntar o melhor dos dois – no caso três – mundos? Isto é, as bolinhas explosivas, uma massagem pra lá de relaxante e os toques suaves que são capazes de tirar seus melhores suspiros! Realmente o cenário parece ser bastante atrativo, ainda mais se a parceria resolver estimular a excitação com técnicas potentes de masturbação, que eu já ensinei aqui no blog.

E pra ficar ainda mais interessante, alternar os tipos de bolinhas explosivas é acertar em cheio na hora da brincadeira. Isso porque cada uma das opções contém especificidades próprias que complementam o sexo com, digamos, novidades pra lá de especiais.

Aliás, as alternativas podem criar atmosferas singulares. Por exemplo, a bolinha erótica perfumada é perfeita pra um date mais romântico, enquanto a beijável garante um clima cheio de tensão sexual que promove olhares calorosos e desejos que precisam ser supridos com pegadas firmes e ágeis.

Mas chega de enrolação, sei que o que vocês querem de fato saber está relacionado ao que cada uma dessas bolinhas eróticas fazem, né? Então, vejam só:

Bolinhas Explosivas Funcionais

Versáteis e completamente divertidas, as bolinhas explosivas funcionais podem dar diferentes sensações: pulsar, vibrar, esquentar e esfriar. Tudo vai depender do modelo escolhido por você. Há algumas que são fantásticas pra aumentar a lubrificação e facilitar a penetração por exemplo.

Não existem limites – ao menos que a parceria peça pra parar, claro! O modo de usar é bastante simples, basta começar uma massagem tradicional com a presença das bolinhas. Coloque um pouco de pressão enquanto passa o produto sobre o corpo e sinta-o derretendo aos poucos até estourar e liberar o óleo que está em seu interior.

Imagem explicativa sobre bolinhas explosivas funcionais

É exatamente nesse momento que a brincadeira começa a ficar mais interessante, uma vez que as sensações começam a emergir de maneira constante. A que possui função de vibrar, por exemplo, transmite pequenos choquinhos pela extensão corporal capazes de gerar experiências agradáveis de surpresas.

Bolinhas Eróticas Beijáveis ou com Sabor

Essas, como o próprio nome já antecede, são bolinhas feitas com óleos vegetais saborizados – os únicos aprovados pela Anvisa – que podem ser ingeridos durante a relação. Elas são perfeitas pra você que quer fazer uma massagem naquela pessoa especial e, ao mesmo tempo, esquentar o clima com beijos, mordiscadas e lambidas estratégicas.

Por serem feitas a partir de compostos naturais, estouram mais facilmente devido ao calor e à umidade do corpo. Uma dica legal é realizar a massagem em locais erógenos, que vão aumentar o seu desejo e de quem estiver com você.

Texto explicativo sobre bolinhas eróticas beijáveis

O pescoço e a nuca são pontos sensíveis, que tal? Ou quem sabe a parte interna das coxas? Abuse da sua criatividade e experimente o produto de diversas formas, a única coisa que não deve ser feita é introduzir as bolinhas dentro da vagina ou do ânus, tudo bem? Vou explicar sobre isso um pouco mais pra frente, fiquem atentos!

Bolinhas Explosivas Perfumadas

Essas daqui também já possuem um nome sugestivo, certo? É isso mesmo que você está pensando, nessa opção, o que acende a chama são as explosões de aromas. Se o desejado é garantir nuances românticas ao encontro, não tem escolha mais apropriada!

Texto explicativo sobre bolinhas explosivas perfumadas

A depender do perfume do produto adquirido, é possível ambientar cenários pra um sexo leve e agradável, com muitas carícias e declarações. Sem contar na maravilhosa possibilidade de usá-las durante um banho caliente com alguém que faz seu coração bater mais forte.

E aí, curtiu a ideia? Então, coloque-a em prática já!

Prazer, sou a bolinha erótica que vai abalar suas estruturas!

Se as bolinhas explosivas pudessem falar, com certeza, essa seria a primeira frase delas. Até porque, diga-se de passagem, elas são boas em abalar estruturas e nos fazer rolar os olhos de tesão e prazer. Ninguém em sã consciência consegue ficar ileso depois do seu uso.

Confie em mim, as pernas ficam bambas, o coração acelera e a respiração fica ofegante. Inclusive, fica a dica pra serem utilizadas junto com vibradores ou durante a masturbação peniana, na qual os benefícios são inegáveis.

Existe alguma contraindicação no uso das bolinhas explosivas?

Sim, dependendo das características das bolinhas eróticas e também da forma de utilizá-las. Como já disse, elas não podem ser introduzidas no canal vaginal e nem no anal.

Mas qual é o motivo?

Simples! Existem pessoas que podem ter reações alérgicas ao óleo da bolinha erótica, que, ao entrar em contato com regiões íntimas, acabam promovendo reações adversas que devem ser evitadas. Sabemos que a ideia é instigante, visto as sensações são variadas, mas não é interessante correr o risco.

A outra restrição faz referência aos compostos usados na hora de fabricação do produto. Muitas empresas faziam bolinhas com óleos minerais, mas eles passaram a ser restringidos devido à sua toxidade. Aliás, a ABEME (Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico) já reforçou a importância de nos atentarmos a isso na hora de comprar a bolinha explosiva.

A boa notícia é que, se você deseja ficar por dentro de outros aspectos sobre esse produto erótico, nós temos um post completíssimo aqui mesmo, no blog. Ele fala sobre como usar as famosas bolinhas eróticas de maneira correta e sentir a fundo as explosões que elas causam em nosso corpo.

Vale super a pena conferir. Conhecimento nunca é demais, né? Por hoje, fico por aqui, mas continue nos acompanhando pra saber sobre todas as atualizações do universo erótico junto com a Dona Coelha, a melhor sex shop do Brasil!

Publicação revisada por:
Foto da ginecologista vanessa bergamasco

Dra. Vanessa Bergamasco - CRMPR 21 252
Ginecologista e Obstetra especializada pela FEBRASGO

Sou médica ginecologista e mestra pelo Programa Ciências da Saúde na Universidade Estadual de Maringá (UEM), onde me formei e integro o corpo docente do curso de Medicina. Além dos atendimentos e de lecionar nas salas de aula, me especializo e entrego informações sobre saúde sexual, saúde LGBTQIA+, autoestima e amor próprio todos os dias.

2 comentários sobre “Bolinhas Explosivas: que tal conhecer os 3 tipos que vão apimentar sua relação?

  1. Bruno disse:

    Olá tudo bem?
    Caso a pessoa não tenha nenhuma reação ou alergia as bolinhas podem ser introduzidas no canal vaginal e anal?

    • Dona Coelha disse:

      Oi Bruno, não é recomendado inserir as bolinhas dentro da vagina.
      pelo contrário, eu sempre desincentivo isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

usamos cookies melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.